Há uma app para tudoOpinião

Contas de merceeiro

Lia há poucos dias que apenas no primeiro trimestre deste ano o mercado Norte-Americano tinha verificado o download de 150 milhões de aplicações ligadas ao retalho. Ou seja, as apps que vêm sido desenvolvidas pelas lojas e cadeias de distribuição e de como o canal mobile se tem tornado como o mais importante canal de interação entre consumidor e retalhista.

Em Portugal temos bons exemplos do que pode e deve ser feito com o mobile pelos retalhistas onde diária e/ou frequentemente fazemos compras. Temos é pouco se, destes o foco ainda parece ser quase exclusivamente multicanal. Não que, na minha opinião, não o deva ser, mas o consumidor, segundo um estudo da eMarketer, pretende destas apps mobile em primeira instância descontos em produtos similares aos de compras passadas. Quem faz isto bem? O Continente. Nunca ficou fascinado como recebe na caixa do correio os cupões precisamente do que comprou no passado?

Outra das vantagens do mobile para os retalhistas é poderem saber quando o cliente está perto de uma das suas lojas. E para este último, descontos com base em notificações push, recebe 84% dos votos como a funcionalidade preferida. Quem faz isto bem? A FNAC. Ambas apps jogam bem com as recompensas pela fidelização à marca que é a quarta vantagem apontada, mas nem uma nem outra tem compras in-app, assumindo este canal mobile apenas como um gestor de programa/cartão de fidelização. Será que o Continente, promovendo a criação de listas de compras recorrentes não conseguiria facilitar a compra na app Cartão ainda que mantendo separada a app Continente. Ou facilitar o acesso de uma à outra.

A realidade aumentada e o pagamento sem barreiras são outras funcionalidades que certamente agradam à maioria dos consumidores, mas à excepção destes grandes retalhistas pouco ou nada vemos de quem tanto tem a ganhar com a personalização da experiência de compra. Será que as contas para o investimento neste sector ainda são de merceeiro?

PCGuia
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×