Reportagem PC Guia

Logitech aposta nos periféricos de gaming, nas colunas de som e nos acessórios para terminais Apple

Logitech Gaming GLogitech Gaming G

O gaming começa a destacar-se como a principal aposta da “renovada” Logitech que, a pouco e pouco, está a voltar ao protagonismo no mercado nacional de periféricos.

Depois de um período conturbado, onde a Logitech perdeu a aura que tinha como grande marca de ratos, teclados, webcams, colunas de som e acessórios de gaming.

O ressurgimento da Logitech deu-se com uma mudança de imagem e com a compra de algumas marcas que lhe permitiram melhorar a sua oferta em algumas gamas: um dos exemplos foi a Ultimate Ears.

Com a aquisição desta marca, a Logitech passou a estar no mercado das colunas de som que se ligam por Bluetooth a smartphones e tablets. Este ano, no open day (um dia em que podemos ver e experimentar todas as novidades) pudemos ver as novas Boom e MegaBoom 3.

A terceira geração destas colunas, com som 360 graus, permite o emparelhamento com cerca de cem unidades (!), passa a poder ser carregada por uma base (vendida à parte) e tem um botão no topo que permite alterar entre três playlists no Spotify, Apple Music e Deezer.

Além disto, este ‘botão mágico’, como lhe chama a Logitech permite ainda parar a reprodução de música e passar ao tema seguinte de uma lista, em ser preciso usar o smartphone – há ainda uma app para iOS que permite fazer a gestão das colunas.

A resistência à água (IP6) e o facto de conseguir flutuar continuam a ser uma das principais características das Boom (149 euros) e MegaBoom 3 (199 euros).

Para dispositivos Apple, as novidades da Logitech são a base de carregamento vertical sem fios Powered (feita em parceria com a marca da maçã) e a caneta Crayon que pode ser usada com um iPad ou iPhone sem ser preciso emparelhar; ambos os acessórios têm um preço de 71,99 euros.

Mas é na área de gaming, a G, que a Logitech mete quase todas as suas fichas. Aqui, há uma sublinha de periféricos chamada Pro criada em conjuntos com equipas de eSports.

Aqui encontramos o rato G Pro (149 euros) com um sensor 16K, 80 gramas e botões removíveis do lado esquerdo e direito para permitir a utilização por parte de gamers ambidextros. Nesta gama há ainda uns auscultadores Pro (99 euros) com pele artificial premium e um microfone que se pode destacar.

A linha G Pro da Logitech destaca-se por ter um design muito simples e low profile, que sacrifica os artifícios de design em favor da qualidade dos materiais usados e das características técnicas (som e resolução do sensor).

Fora da linha Pro, há três destaques: o rato G502 Hero (com onze botões programáveis e pesos de 3,6 gramas – 89,99 euros), as colunas G560 (Bluetooth, 240 W Peal, 120 W RMS e DTS X Ultra 1.0 – 249 euros) e o teclado G512 (feito em alumínio e com três opções de switch).

Estes três periféricos têm a particularidade de contarem com a tecnologia LightSync, que permite sincronizar padrões de cores RGB entre todos, através de um software para PC.

Neste campo da iluminação RGB, há a sublinhar o facto de as colunas G560 poderem ser “carregadas” com perfis de jogos através do software da Logitech, para que consigam reproduzir efeitos de luz que mimicam situações de jogos

Por exemplo, se levamos um tiro num FPS, iluminam-se de vermelho e se, em GTA, a polícia nos começar a perseguir, as colunas imitam os pirilampos azuis e vermelhos das autoridades, o que acaba por dar mais imersividade à experiência de gaming.

PCGuia
Ricardo Durand
Jornalista de tecnologias desde 2005, tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil. Gosta de carros rápidos e de hotéis caros. Não tem um helicóptero porque decidiu gastar o prémio do último Euromilhões no desenvolvimento de um smartphone de marca própria.
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link