Tecnologias para a Agricultura e Floresta vão estar em mostra em Valada do Ribatejo

Cinco soluções tecnológicas na Agroglobal 2018.
RoMoVi
RoMoVi

Cinco soluções tecnológicas – três com aplicação na agricultura e duas na floresta – representando um investimento de cerca de 7,4M€, vão estar em mostra na Agroglobal 2018, que se realiza em Valada do Ribatejo (Santarém) de 5 a 7 de Setembro, no espaço do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) no Pavilhão Agro Inov (Pavilhão da Tecnologia).

Os dois projectos ligados à floresta que vão estarem mostra chamam-se: BIOTECFOR e FOCUS. O espaço do INESC TEC vai ter um robô, que está a ser desenvolvido pelo INESC TEC juntamente com uma Associação Florestal Portuguesa e mais duas entidades Galegas, que facilitará a limpeza da floresta no Norte de Portugal e na Galiza, reduzindo o esforço aplicado pelos operadores e tornando essas operações mais seguras.

As máquinas desenvolvidas no âmbito do projecto BIOTECFOR vão ser autónomas, embora supervisionadas pelos operadores, e dotadas de dispositivos que cortam a vegetação das árvores e fazem um pré-processamento das mesmas. Este projecto conta com um investimento de cerca de 1,3M€.

O FOCUS é um projecto europeu, liderado pelo INESC TEC, com um investimento de cerca de 4,1M€, que integra sensores numa solução abrangente que, em conjunto com módulos de software, permite monitorizar operações na floresta e suportar a tomada de decisão em tempo real. O software vai estar em mostra no espaço do INESC TEC na Agroglobal.

No que diz respeito à agricultura, vão ser apresentados na Agroglobal os projectos RoMoVi, Smart Farming e HERCULANO 4. O RoMoVi é um robô agrícola que trata da monitorização em terrenos acidentados, como as encostas das vinhas, de uma forma modular e autónoma. Este robô nasceu do trabalho conjunto do INESC TEC, da TEKEVER e da Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID).

Existem três sistemas de câmaras no RoMoVi: um que serve para monitorizar, outro que contém sensores RGB-D e dois com estereoscopia, que representam os olhos do robô. Para além desses três sistemas, o RoMoVi incorpora ainda sensores laser e um GPS diferencial.

Mais ligado à área da Inteligência Artificial (IA), o SmartFarming tem como objectivo optimizar a produção agrícola através de uma ferramenta de gestão agronómica que simplifica os processos agrícolas, determinando parâmetros e tarefas relacionadas com a rega, fertilização, colheitas e doenças, optimizando-os.

O Smart Farming está a ser desenvolvido pelo INESC TEC, ProdFarmer, Esporão, Sociedade Agrícola da Herdade Maria da Guarda e Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), com um investimento de cerca de 1M€.

No dia 5 de Setembro, na área de demonstração no terreno disponível na Agroglobal, vai desfilar a Cisterna para agricultura de precisão inteligente desenvolvida pelo INESC TEC em conjunto com a HERCULANO. Aplicando no momento certo, a quantidade certa, através de uma carta de prescrição, fazendo assim com que haja menos desperdício e maior eficácia, a Cisterna é composta por uma consola com múltiplas alfaias, tem ajuste automático da aplicação do chorume em função da velocidade e tem um sensor para chorume de porco e vaca.

Via INESC TEC.

Categorias
PCGuia Pro

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link