AnálisesJogos

Play – Football Manager 2018

Se nos anos anteriores tivemos actualizações menores na série Football Manager, com a edição 2018 a Sports Interactive promete revolucionar aquele que tem sido o melhor jogo de treinador de futebol do mercado.
Ao início encontrará o módulo de criação de personagem, em tudo semelhante ao de um RPG. Poderá usara webcam ou uma fotografia sua para que o motor gráfico consiga fazer uma recriação 3D da sua face –mas não espere milagres. De seguida terá de escolher entre ser treinador de um clube de futebol, seleccionador nacional, ou jogar com ambos os cargos, podendo ainda começar o jogo desempregado, o que permite escolher o clube com a melhor proposta.

Interface complexa

Depois de decidir o seu destino, vai deparar-se com uma interface parecida à do Microsoft Outlook, onde encontra, na zona central, todas as mensagens enviadas para si, seja pela direcção do clube, pela equipa técnica ou outros agentes.
Através destas mensagens, poderá marcar reuniões, rever propostas de aquisição de jogadores, bem como participar em conferências de imprensa, entre outras situações. Se quiser, pode ainda delegar tudo para o seu assistente, uma escolha que irá cortar para metade toda a experiência da função.
Além da parte das mensagens, encontra ainda inúmeras opções na barra lateral esquerda, que lhe vão permitir ajustar todas as habituais funcionalidades tácticas, como agendamento de treinos, contratos, entre outros. Porém, o que mais se destaca é a principal novidade deste jogo:a função dinâmica, que promete (e consegue) recriar um realismo nunca sentido até hoje num título do género.

Influenciadores

Aqui irá encontrar a sua equipa, dividida pelos níveis de influência que cada jogador tem perante o resto da equipa. Desta forma, vai conseguir reforçar a dinâmica e o espírito de equipa, mantendo os jogadores mais influentes satisfeitos. Por exemplo, pode resolver pequenos problemas pessoais de um ou outro jogador que, em contrapartida, o vão ajudar a melhorar o ambiente no balneário.
Esta componente emocional e humana é uma mais valia de Football Manager 2018 e garante-lhe um realismo muito superior. Existem ainda outras melhorias como o módulo ‘Ciência do Desporto’ que, através de análises do historial dos jogadores, consegue determinar se existe risco de traumatismo, ruturas, distensões e estiramentos, se mantiver a actual carga de treinos.
Infelizmente nem tudo é perfeito, pois embora tenhamos acesso à maior base de dados de clubes e ligas, a liga Portuguesa não está completamente licenciada. Assim, vai encontrar o nome dos clubes e dos jogadores correctos, bem como os seus atributos, mas não os símbolos reais, nem a imagem dos jogadores. Será que temos de esperar por 2019?

Ponto final

Football Manager 2018 representa um salto significativo (finalmente) face à edição anterior, com a introdução do modo dinâmico, que permite tornar o jogo mais realista. Já não há desculpa para não tentar levar o seu clube preferido à conquista de todas as competições.

+Complexidade impressionante
+ Detalhe e dimensão da base de dados de clubes e jogadores
-Licença da Liga Portuguesa incompleta

Gráficos: 7
Som: 8
Jogabilidade: 10
Longevidade: 9
Nota final: 8,5

Distribuidor:Ecoplay
Contacto:footballmanager.com
Preço: €54,99

PCGuia
Gustavo Dias
Editor da revista PCGuia, com mais de 10 anos no mercado de publicações tecnológicas. Grande adepto de tudo o que seja tecnológico, ficção científica e quatro rodas.

1 comentário

  • Fazer um review de um jogo que vai ser substituído em poucos meses e sabendo que já está disponivel desde Outubro de 2017…não sei qual a intenção. Muito fora de tempo.

Os comentários estão encerrados.

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia e fique a par das últimas notícias, dicas e truques de hardware e software.
Subscrever
close-link
Este site utiliza cookies. Ao continuar a utilizá-lo estará a aceitar a nossa política de privacidade e os nossos Termos de utilização. Mais informação acerca da forma como utilizamos cookies está disponível aqui.
×