Play – Playlink

Usar o smartphone para jogar na PlayStation 4 é uma realidade com estes três títulos!

Usar o smartphone emparelhado com uma consola para ajudar num jogo não é novidade. Há títulos que se fazem acompanhar da chamada ‘companion app’ para ir gerindo alguns elementos dos jogos, como acontece com a série FIFA (cartas do FUT) ou do primeiro Star Wars Battlefront (minijogos para ganhar créditos). O smartphone já foi, inclusive, usado como microfone para cantar ao som das músicas de Singstar, um dos jogos que também integram a nova colecção PlayLink da PlayStation. Mas as novidades são mesmo estas três: Saber é Poder, Hidden Agenda e És Tu! (este último, uma das ofertas da PS Plus em Novembro). Todos podem ser comprados por 19,99 euros nas lojas físicas e na PS Store, online. Já as apps estão disponíveis para iOS e Android, de forma gratuita.

 

Saber é Poder

Este é o porta-estandarte dos jogos PlayLink para a PS4. Trata-se de uma recriação dos jogos de quizz ao velho estilo de Buzz, mas agora com Herman José a dar a voz em vez de Jorge Gabriel. O nosso mestre de cerimónias vai guiando um jogo de perguntas e respostas de cultura geral, onde há divisão por categorias, como TV, desporto ou história. Tal como em Buzz, podemos escolher uma personagem que nos representa no cenário de Saber é Poder; além de dar as típicas respostas com a ajuda do smartphone, podemos usar power-ups para distrair os adversários, o que dá uma componente ainda mais divertida ao jogo. Contudo, a voz de Herman José é demasiado reconhecida para que a liguemos ao boneco que a Sony desenhou para este jogo, o que acaba por o tornar muito artificial. No entanto, este é um bom sucessor de Buzz e vai tornar-se um clássico instantâneo em festas de amigos ou famílias.

8
Jogabilidade: 9
Gráficos: 7
Som: 8
Longevidade: 8

+ Power-ups
+ Rivalidade
– Ligação da voz de Herman com o host

 

Hidden Agenda

Este é o jogo mais negro desta colecção e até pode ser jogado a solo; o objectivo é apanhar um assassino em série chamado Trapper. A produção esteve a cargo da mesma equipa de Until Dawn, por isso era de esperar um título com a mesma densidade, mas, por estar integrado no PlayLink, mais interactivo. O jogo consegue lá chegar e tem muitos mindgames pelo meio, com decisões a terem de ser tomadas em equipa no meio de uma perseguição ou em situações de tensão com criminosos. Vamos também ter de jogar muito com base na confiança uns nos outros e prever as respostas de um amigo, para desencadear uma acção. Mas considerar Hidden Agenda um jogo é exagerado: é mais um filme onde vamos tentar uma ou outra acção, como por exemplo, escolher entre uma de duas decisões. De resto, muita conversa e cinematografia com gráficos espantosos. Tudo está muito bem feito em Hidden Agenda e há alguns twists capazes de surpreender quem está habituado a jogos mais lineares.

8
Jogabilidade: 9
Gráficos: 9
Som: 8
Longevidade: 6

+ Utilização do smartphone
+ Escolhas com base na confiança
– Cinematográfico demais

 

És Tu!

Deste conjunto, este é o título que merece menos linhas, por ser igualmente o mais simplista, não valendo nem de perto, nem de longe, os vinte euros que a Sony pede por ele – terá sido por isso que esteve para download gratuito no PS Plus durante algum tempo. Aqui a ideia é juntar um grupo de amigos e responder a uma série de perguntas indicando quem seria o mais provável de cometer uma determinada acção, por exemplo: ‘Quem é que num jantar se oferecia logo para pagar as bebidas?’ Quantas mais pessoas escolherem o mesmo amigo mais pontos ganham. É um jogo que pode reforçar amizades como as pode abanar, por isso muito cuidado com as respostas dadas.

7
Jogabilidade: 9
Gráficos: 7
Som: 7
Longevidade: 5

+ Bom para conhecer melhor os amigos
+ Perguntas desafiantes
– Preço/qualidade

 

Ponto final

O preço certo para estes três jogos, em formato bundle, era de 19,90 euros. Ao dar o mesmo preço a Hidden Agenda e És Tu, a Sony falha a valorizar os seus activos, pois não se pode comprar um jogo imersivo e interactivo com uma autêntica piada (respectivamente). Se tivesse de escolher apenas um, seria Hidden Agenda, pelo conceito e pela utilização que dá ao nosso smartphone.

Editora: Sony
Distribuidora: Sony
Plataforma: PS4

Site: playstation.com
Preço: €19,99

Categorias
AnálisesJogosPlaystation

Jornalista de tecnologias desde 2005, tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil. Gosta de carros rápidos e de hotéis caros. Não tem um helicóptero porque decidiu gastar o prémio do último Euromilhões no desenvolvimento de um smartphone de marca própria.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS