Spotify alvo de processo judicial nos Estados Unidos

Instaurado pela Wixen Music Publishing.
Spotify Side New

O Spotify está a ser alvo de um processo judicial nos Estados Unidos, instaurado pela editora discográfica Wixen Music Publishing, a qual alega que o serviço de streaming está a utilizar indevidamente músicas de vários artistas, incluindo Tom Petty, Neil Young e The Doors, sem a respectiva licença ou qualquer compensação financeira.

Segundo a notícia da CNET, a Wixen Music pede uma indemnização de 1,6 mil milhões de dólares (cerca de 1,33 mil milhões de euros).

De salientar que em Maio de 2017, o Spotify concordou em pagar mais de 43 milhões de dólares (35 milhões de euros) num acordo judicial interposto por vários artistas que acusavam a empresa sueca de disponibilizar indevidamente as suas músicas sem a licença adequada ou qualquer compensação.

O Spotify, cuja versão premium do serviço tem mais de 60 milhões de subscritores, deve entrar em bolsa este ano com uma avaliação a rondar os 20 mil milhões de dólares (16,6 mil milhões de euros)

Contactado pela CNET, um porta-voz do serviço de streaming recusou comentar o assunto.

Via CNET.

Categorias
InternetMercadosMultimediaNotícias

Terra. Europa. Portugal. Lisboa. Elite: Dangerous. Blade Runner. Star Trek. Star Wars. Kraftwerk. Project Pitchfork. Joe Hisaishi. Studio Ghibli.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link