Review – Cooler Master MasterKeys Pro S

Parece estranho estar a falar num teclado de forma tão ansiosa quanto o lançamento de um novo processador ou placa gráfica, mas o novo MasterKeys Pro S da Cooler...

Parece estranho estar a falar num teclado de forma tão ansiosa quanto o lançamento de um novo processador ou placa gráfica, mas o novo MasterKeys Pro S da Cooler Master representa uma evolução em termos teclados de gaming com botões mecânicos.

Trata-se do primeiro teclado do mercado a permitir a utilização de um sistema de iluminação RGB completo (16,7 milhões de cores) compatível com a utilização de botões mecânicos Cherry MX, indo assim ao encontro dos desejos dos gamers, como eu.

Este teclado, disponível em formato completo (MasterKeys Pro L) ou na versão compacta S (a utilizada neste teste), recorre a diversas soluções inovadoras para permitir associar as funcionalidades já referidas. Para tal, a Cooler Master teve de redesenhar por completo o interior deste teclado, para permitir alojar LED RGB do tipo SMT de grandes dimensões (brilho elevado), graças ao uso de um painel difusor e da utilização de botões Cherry MX especiais, pois utilizam plástico transparente em vez do tradicional preto, não interferindo assim na difusão da luz dos LED.

Estes, além do enorme brilho e vasto espectro de cores disponível, têm diversos modos de iluminação, como o efeito de onda, respirar, charco, ciclo de cores ou personalizado, através das teclas de atalho no ecrã (como aconteceu com o Quick Fire XTi), ou por software. Por usar um processador ARM Cortex M3 de 72MHz, este revelou um desempenho 25% superior aos tradicionais processadores Cortex M0 usado nos restantes teclados mecânicos, permitindo ao mesmo tempo usufruir de outras funcionalidades, como o suporte para o uso de seis teclas em simultâneo, suporte de macros complexos e perfis, bem como ajuste de taxa de repetição (de 1x a 8x).

Se a tudo isto juntarmos uma qualidade de construção isenta de falhas, com uma robustez impressionante, onde peca apenas, no meu entender, o uso de um cabo Micro USB removível (para facilitar o transporte, segundo responsáveis da marca). Outro contra será o preço, algo perfeitamente justificável se tivermos em conta que este teclado, ao contrário de muitos outros similares, possui layout em português.

Categorias
PeriféricosReviews

Editor da revista PCGuia, com mais de 10 anos no mercado de publicações tecnológicas. Grande adepto de tudo o que seja tecnológico, ficção científica e quatro rodas.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

  • Acer Swift 5

    À primeira vista, o Swift 5 parece-se com um tradicional ultrabook com um acabamento em azul escuro e elementos contrastantes em dourado, mas só pegando nele é que ficamos...
  • Asus ROG Phone

    Asus ROG Phone chega ao mercado português

    O Asus ROG Phone, que foi desenhado especificamente para jogos móveis de alto desempenho, está disponível em Portugal a partir de amanhã nas lojas Fnac, Globaldata, Novo Atalho, Switch...
  • Play – Razer Meka

    Admito. Pedir estes auscultadores de gaming para teste foi uma brincadeira. Primeiro, o meu tipo de jogo não é aquele em que temos de usar um headset para falar...
  • NZXT Kraken M22

    Embora o desempenho do Kraken X52 da NZXT, testado anteriormente, nos tenha conquistado, a realidade é que o preço poderia ser mais baixo. Também somos da opinião de que...
Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link