6 dicas para pendrives USB

Resolva seis problemas que podem fazer com que as suas pendrives USB não funcionem como espera. 1 – Uma pendrive de arranque, não arranca Criou uma pendrive de arranque...
Pendrive

Resolva seis problemas que podem fazer com que as suas pendrives USB não funcionem como espera.

1 – Uma pendrive de arranque, não arranca

Criou uma pendrive de arranque para o Windows e o computador ignora-a quando o reinicia e arranca para o disco ou indica que não há nenhum suporte com um sistema operativo? O problema, quase de certeza, tem que ver com a configuração da BIOS do seu computador. Em máquinas mais antigas prima a tecla ‘F2’ ou ‘Del’ logo após ligar ou reiniciar o computador, para aceder ao sistema de configuração da BIOS. Depois use as teclas de direcção do teclado e procure algo como ‘Boot Order’ ou ‘Boot device priority’. Reordene a lista de forma a que a sua pendrive USB esteja em primeiro lugar.

Em computadores com Windows mais recentes, que já tenham uma BIOS UEFI, aceda ao painel de controlo através da combinação de teclas ‘Windows + C’ depois escolha a opção ‘Alterar definições do PC’. No Windows 10 clique no botão Iniciar e depois em ‘Definições’. De seguida, escolha a opção ‘Actualização e recuperação’ seguido de ‘Recuperação’. Depois escolha ‘Reiniciar agora’ em ‘Reinicio avançado’. Por fim, escolha ‘Resolução de problemas’ e depois ‘Opções avançadas’ e ‘Definições do firmware UEFI’. Reinicie a máquina.

2 – A pendrive USB está mais lenta que o habitual

Se a sua pendrive está a funcionar mais lentamente que o habitual é porque a deve ter ligado a uma porta USB mais lenta. Os computadores modernos dispõem de portas USB 3.0 que têm uma peça plástica azul no seu interior, o que as distingue das mais lentas USB 1.1 e 2.0, que têm peças iguais mas pretas. O problema é que, na sua grande maioria, os computadores que têm entradas USB 3.0 também têm entradas USB 2.0. Por isso, procure usar sempre as entradas USB com as peças azuis para conseguir tirar o máximo velocidade possível. No entanto, não se esqueça de que uma pendrive USB 2.0 não atinge as velocidades mais altas do USB 3.0 só por estar ligada numa dessas entradas.

3 – Não se conseguem guardar ficheiros para a pendrive

Neste caso, quase de certeza que está danificada ou que a capacidade anunciada é falsa. Neste último caso, os problemas só começam a manifestar-se quando se ocupa o espaço máximo real. Mesmo que isto não aconteça, a grande maioria dos problemas com pendrives USB não podem ser resolvidos pelos utilizadores. No entanto, pode sempre tentar recuperar ficheiros que tenham ficado danificados. Utilize um programa como o Recuva, que pode ser descarregado gratuitamente a partir de bit.ly/1r69whV. Active o programa, escolha a pendrive e clique em ‘Scan’. No final do processo de busca escolha os ficheiros que quer recuperar e clique no botão ‘Recover’.

4 – A pendrive não aparece no Explorador do Windows

Se aparecer uma mensagem de erro que diz ‘Dispositivo USB não reconhecido’ depois de ligar uma pendrive USB, tente mudá-la de entrada. Se isso não resolver o problema, active o ‘Gestor de discos’ premindo a combinação de teclas ‘Windows + R’ e escreva diskmgmt.msc e depois prima a tecla ‘Enter’. Na lista, procure uma drive chamada ‘Amovível’ ou ‘Removable’ que tenha a mesma capacidade da sua pendrive. Se tiver a indicação que está saudável e que tem uma partição primária, então o Windows pode não ter conseguido atribuir-lhe uma letra para a designar.

Clique com o botão direito em cima da partição da pendrive e escolha a opção ‘Alterar letra da drive e caminho’. De seguida, clique em ‘Adicionar’ e escolha a letra para essa drive. Se não aparecer no sistema gestão de discos, prima a combinação de teclas ‘Windows + R’, escreva devmgmt.msc e prima ‘Enter’. Dê dois cliques em ‘Unidades de disco e Controladores USB’ e procure os triângulos amarelos que indicam que algo não está a funcionar como deve ser. Se descobrir um dispositivo com um triângulo amarelo, clique em cima desse dispositivo com o botão direito do rato e escolha a opção ‘Propriedades’; anote o código de erro para o procurar num motor de busca.

5 – Uma pendrive não funciona na entrada USB do televisor

Os televisores mais modernos têm entradas USB para poderem reproduzir ficheiros de media directamente a partir de pendrives USB, mas a grande maioria só suporta pendrives formatadas com o sistema de ficheiros FAT 32 e não no formato NTFS nativo do Windows. Por isso certifique-se de que a pendrive está formatada em FAT. Se não estiver, insira-a numa entrada do computador. No Explorador de Ficheiros do Windows aceda ao ‘Meu Computador’, clique com o botão direito do rato em cima do ícone da pendrive e escolha a opção ‘Formatar’. Na janela de formatação escolha o sistema de ficheiros FAT 32 e formate a drive. Não se esqueça de que a formatação apaga todos os ficheiros que estão gravados no suporte, por isso antes de formatar copie os ficheiros para o computador.

6 – A pendrive está protegida contra escrita

Se não consegue gravar dados para uma pendrive é porque pode estar protegida contra escrita. Alguns dispositivos podem ter interruptores físicos que servem para proteger e desproteger os dados da pendrive. Se não tiverem terá de a desbloquear através de software. Para tal prima a combinação de teclas ‘Windows + R’, escreva regedit e prima ‘Enter’. Procure a seguinte chave do Registro do Windows: HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control\StorageDevicePolicies

Procure uma entrada chamada StorageDevicePolicies. Se existir, procure o valor WriteProtect. Se tiver o valor 1 é porque a pendrive está protegida, por isso altere o valor para 0 para a desproteger. Se a chave StorageDevicePolicies não existir, crie-a; adicione o valor WriteProtect e dê-lhe o valor 0. Reinicie a máquina para fazer com que as alterações sejam aplicadas.

Categorias
Dicas

Sou director da PCGuia há alguns anos e gosto de tecnologia em todas as suas formas. Estou neste mundo muito por culpa da minha curiosidade quase insaciável e por ser um fã de ficção científica.
Assinaturas

ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter PCGuia
Subscreva a newsletter da PCGuia para ficar a par das últimas notícias, dicas e análises de hardware e software.
Subscrever
close-link