Como usar versões antigas do Windows sem ter de formatar o disco

Ainda anda por aí muito hardware e software que só funciona com o Windows XP, ou pior, com o Windows 98. Mas, se antes tinha de ter um sistema configurado em dual-boot ou uma máquina só para a versão antiga do sistema, agora, graças às maravilhas da virtualização, pode usar qualquer sistema operativo com um mínimo de alterações ao seu computador. A PCGuia mostra-lhe como.

[toggles]

[toggle title=”Vai precisar de”] VirtualBox

Windows XP, ou qualquer outra versão[/toggle]
[/toggles]

Existem dezenas de razões para usar versões antigas do Windows no seu computador, como por exemplo a inexistência de drivers para um determinado hardware ou um qualquer programa que não foi actualizado para as versões mais modernas do sistema operativo.

Até há pouco tempo, para poder usar a versão mais nova em conjunto com versões antigas dos sistemas operativos tinha de configurar o seu computador para “Multi-boot”. Neste tipo de configurações, quando o sistema arranca é-lhe mostrado um menu que lhe permite escolher que sistema operativo vai usar. O problema é nem toda a gente tem paciência, tempo ou competências técnicas para configurar um computador deste modo.

É aqui que entra a virtualização. Esta tecnologia permite que através de um programa o utilizador consiga construir máquinas virtuais para usar qualquer sistema operativo como se fosse um programa e, acima de tudo, sem ter de fazer quaisquer alterações à forma como o computador está instalado, o que lhe dá toda a liberdade para experimentar porque, se algo correr mal, basta apagar a máquina virtual e começar de novo.

As máquinas virtuais também lhe dão acesso a todos os periféricos, como as entradas USB. O único senão é que uma máquina virtual é sempre muito mais lenta que o computador onde está instalada, porque, na prática, os recursos do computador estão a ser partilhados.

Neste artigo usamos o Windows XP, que pode ser descarregado gratuitamente a partir do site da Microsoft, e um programa de virtualização gratuito chamado VirtualBox, fabricado pela Oracle.

 

  1. Descarregue o Virtualbox

PCGuia

Aceda ao site do VirtualBox em www.virtualbox.org e, na página de downloads, clique no link “x86/amd64” referente à versão para Windows. Se tiver um Mac também pode usar o VirtualBox. Escolha um destino para o ficheiro e grave-o.

  1. Instalar

PCGuia

Depois de concluído o download, dê dois cliques no ícone do programa. Vai aparecer uma caixa de diálogo de segurança a perguntar-lhe se quer mesmo executar o programa: indique que sim. Clique em “Seguinte” para prosseguir o processo de instalação. No final serão criados ícones para o Ambiente de Trabalho e também será instalado um driver que serve para partilhar a ligação de rede com o sistema operativo que já está instalado.

  1. Rede virtual

PCGuia

Quando o driver de partilha de rede está a ser instalado a ligação à rede local e Internet da sua máquina será interrompida. Poderá aparecer uma caixa de diálogo a pedir-lhe para confirmar a instalação. Confirme e continue.

  1. A máquina virtual

PCGuia

Pode usar um disco de instalação do Windows, mas também pode usar uma máquina virtual que já exista. Como por exemplo a que inclui o Windows XP, que pode descarregar a partir do site da Microsoft:

Aceda a www.modern.ie, clique em “Get free tools” e depois em “Get free VMs”. Escolha Windows e depois clique em “Virtualbox on Windows”.

  1. Descarregar o Windows XP

No site há muitas máquinas virtuais para descarregar, clique em “WindowsVirtualBox.exe”. Escolha a pasta para onde será gravado o ficheiro. Com 750 MB, é um download um pouco pesado, por isso vai ter de esperar um pouco.

  1. Descompactar o ficheiro

Depois de concluído o download, dê dois cliques em cima do ícone do ficheiro e escolha “Sim” no aviso de segurança que vai aparecer, depois clique em “Extract”. Isto vai descompactar a imagem a partir do ficheiro que descarregou. Quando este processo acabar abra o Virtualbox.

 

  1. Carregar o Windows XP

5-Install

No menu File do VirtualBox clique em “Open Appliance” e depois navegue até à pasta onde descompactou o ficheiro no passo 6 e escolha o ficheiro “WinXP.ova”. Não é necessário fazer quaisquer ajustes à máquina virtual que é criada automaticamente.

  1. Usar o Windows

PCGuia

Vai demorar um pouco a importar a máquina virtual do Windows XP para o VirtualBox. Quando o processo acabar, escolha a máquina virtual que acabou de ser criada e depois clique em “Start” para a fazer arrancar. Se usar o rato na janela da máquina virtual o apontador vai ficar lá “preso”; para o libertar para o usar no Windows que já tem prima a tecla “CTRL” e arraste o apontador do rato para fora da janela do VirtualBox.

  1. Problemas com a ligação à Internet?

Um dos problemas mais comuns é a incapacidade de a máquina virtual com o Windows XP de se ligar à Internet.

Se isto acontecer, encerre o Windows XP e, no VirtualBox, clique em “Settings” e depois em “Network”. No menu, escolha “NAT” e clique em “OK” e reinicie a máquina virtual com Windows XP.

10. Use o Windows

É tudo, o Windows XP está a funcionar dentro de uma janela. Pode usá-lo para aceder a hardware ou usar software mais antigos, não tem de ter problemas com vírus porque os vírus que atacarem o Windows XP ficam sempre confinados à máquina virtual e, acima de tudo, pode experimentar como quiser, porque se algo correr mal bastar apagar a máquina virtual e começar de novo.

[alert variation=”alert-info”]O que é a virtualização?

A virtualização é a capacidade de um sistema de hardware digital imitar outro completamente diferente ou duplicar um que já existe. Esta tecnologia tornou-se possível com a concepção de processadores com vários CPU ou núcleos (cores), que têm a capacidade de funcionar independentemente uns dos outros.[/alert]