Recomendações para manter acessos e palavras-chaves seguras

Com palavras-chaves a multiplicarem-se entre os vários serviços, contas bancárias, aplicações e redes sociais do quotidiano, torna-se um desafio conseguir manter os acessos protegidos. Embora muitas plataformas ofereçam ferramentas que visam aumentar a segurança, tudo depende do foco na atenção pelos utilizadores. Confira as recomendações mais essenciais para garantir boas práticas de como manter os seus acessos protegidos e actualizados.

Começa tudo com uma palavra-chave forte

Palavras-chaves fortes e complexas são a melhor maneira para garantir uma defesa contra roubos e intrusões de dados online. A complexidade depende de criar passwords com uma combinação de símbolos, números, letras maiúsculas e minúsculas. Para garantir uma senha segura, considere um mínimo de 8 caracteres, mas claro, quanto mais caracteres possuir a palavra-chave, mais segura está.

Anote palavras-chaves de forma segura

Um dos maiores desafios da actualidade é a capacidade de lembrar-se de todas as palavras-chaves, especialmente com a necessidade de combinar a variedade de caracteres. Actualmente, existem ferramentas como os gestores de passwords para manter as suas senhas seguras, facilitando a capacidade de armazenar todas as informações num único sítio.

Alternativamente, os utilizadores podem simplesmente manter as senhas guardadas de forma tradicional em cadernos, embora seja uma solução menos prática. Desde que estas estejam num local seguro, é um primeiro passo importante para guardar informações digitais.

Acima de tudo, o objectivo é evitar a quantidade de vezes que precisa de redefinir a password e, de acordo com um infográfico presente no blog da ExpressVPN, redefinir palavras-chaves é dos processos mais inconvenientes e custa tempo a cada um dos utilizadores (em média 3 minutos e 46 segundos). Ademais, a maioria dos entrevistados admitem redefinir suas passwords com mais frequência do que gostariam.

Smartphone_PIX

Fonte: Pixabay

Não use os mesmos acessos

Sempre que esteja a criar um novo acesso, evite utilizar os mesmos dados de login para outro serviço. Repetir os dados de acesso deixa as contas vulneráveis. Isto porque se uma das contas ficar comprometida, o utilizador corre o risco de ter outras contas sob ataque ou roubo.

Ative a autenticação de dois factores

A autenticação de dois factores é das opções disponíveis mais importantes a activar para o login. Sempre que exista a opção, active a autenticação de dois factores para garantir que cada vez que haja uma tentativa de acesso a uma conta, seja necessário uma segunda confirmação no telemóvel para permitir o acesso.

Evite guardar palavras-chaves automaticamente

Em qualquer navegador da internet, sempre que faça login numa página pela primeira vez, vai ser questionado para guardar os dados de acesso. Embora a ideia original pareça útil e prática, guardar as senhas no navegador da internet é um risco para deixar o conjunto de acessos do utilizador vulneráveis em caso de intrusão.

macbook-g90681086a_1280

Fonte: Pixabay

Redes de Wi-Fi grátis podem não ser seguras

O acesso a redes Wi-Fi em espaços públicos é tentador e, embora existam redes devidamente seguras, há riscos no seu acesso em que os utilizadores devem exercer alguma caução. Sempre que possível, evite usar estas redes ou garanta que estas realmente pertencem ao espaço público.

Através de boas práticas, é possível manter todas as informações devidamente protegidas e de forma simples. Agora que conhece as recomendações essenciais para manter os acessos protegidos, verifique os seus acessos mais importantes e considere os pontos analisados para reforçar a sua identidade digital e prevenir ataques e intrusões aos seus dados.