20.000 funcionários despedem-se da fábrica onde são produzidos os iPhones

Na fábrica da Foxconn, em Zhengzhou, onde são produzidos os iPhone 14 Pro e Pro Max, mais de 20 mil funcionários despediram-se, após protestos e confrontos com seguranças da fábrica.

Se está à espera do seu iPhone encomendado, temos más notícias para si. A fábrica da Foxconn, na cidade de Zhengzhou (China), que já tinha sido afectada pelo reaparecimento de novos casos de Covid-19, sofreu um novo revés com as notícias de greves entre os funcionários e os seguranças da fábrica, que chegaram a originar conflitos físicos entre os mesmos.

Fonte: Reuters

Para acalmar a situação, a administração da fábrica ofereceu 10.000 Yuans (equivalente a 1400 euros) para estes pararem com os protestos e demitirem-se. O que a administração não contava era que mais de vinte mil funcionários aceitassem o valor e se demitissem, deixando as linhas de montagem dos novos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max com falta de funcionários.

Não se sabe ao certo que impacto terão estas demissões em massa na fábrica da Foxconn, mas espera-se que durante a época natalícia, que o volume de iPhones 14 disponíveis nas lojas esteja bastante abaixo do esperado, que muitas versões/variantes possam nem sequer estar disponíveis para encomenda.