Microsoft publica guia para optimizar o desempenho do Windows 11 em jogos

A Microsoft dá algumas dicas para melhorar o desempenho do Windows 11 em jogos, mas à custa de algumas funcionalidades de segurança do novo sistema operativo.

Windows 11 Desktop

Desde o lançamento do Windows 11, alguns jogadores que fizeram a mudança para o novo sistema operativo, notaram que o desempenho dos seus computadores em jogos reduziu-se ligeiramente, quando comparado com o do Windows 10. Um ano depois, a Microsoft publicou um pequeno guia para ajudar os utilizadores a recuperarem o desempenho perdido.

O Windows 11 tem mostrado alguns problemas desde que foi lançado. No início, os computadores com processadores AMD perderam até 15% do desempenho total, este problema durou apenas umas semanas, até ao lançamento de uma correcção. Depois, alguns utilizadores com placas gráficas Nvidia, notaram que as suas gráficas perderam velocidade após a instalação da actualização 22H2. No geral, muitas pessoas acham que o Windows 11 é um pouco mais lento que o Windows 10.

Muitos jogadores queixam-se que o Windows 11 prejudica o desempenho em jogos, mesmo depois de usarem algumas dicas, como desligando o VBS, que, está provado que beneficia a velocidade dos gráficos. Tudo isto, fez com que muitos jogadores tenham mudado outra vez para o Windows 10.

Para tentar resolver o problema, a Microsoft publicou um guia que tem como objectivo ajudar os jogadores a recuperarem a velocidade perdida. Segundo este guia, só se tem de fazer duas alterações às definições do sistema operativo.

O primeiro conselho que a Microsoft dá é desligar a sistema HVCI, também conhecido por Integridade da Memória (Memory Integrity). De acordo com a documentação da Microsoft: “A funcionalidade de Integridade da Memória, ajuda a impedir que atacantes consigam injectar código malicioso e também ajuda a assegurar que todos os drivers carregados no sistema operativo têm assinaturas digitais e são confiáveis.” 

A Microsoft diz que esta funcionalidade é activada automaticamente em todos os novos computadores com Windows 11, mas não o é em computadores que já tenham o novo sistema operativo instalado.

A segunda dica mencionada no guia da Microsoft é desligar a Virtual Machine Platform (Plataforma de Máquina Virtual, na versão em português). A função da Plataforma de Máquina Virtual, é permitir a utilização de máquinas virtuais em Windows para várias tarefas. Esta funcionalidade também não está ligada por defeito nos computadores que fizeram o upgrade para o Windows 11.

Funcionalidades_Windows

A Microsoft afirma que recebeu feedback dos utilizadores que indica que quando estas duas funcionalidades estão ligadas, o desempenho do computador degrada-se. Por isso, a empresa diz que os jogadores devem desligar estas funcionalidades enquanto estão a jogar e voltar a ligá-las quando acabarem.

No entanto, a Microsoft não quantifica os ganhos que os utilizadores conseguem obter ao desligarem estas funcionalidades, nem, tão pouco, disponibilizam uma forma mais automatizada para as desligar durante os jogos e para as ligar a seguir.