HP Elite x360 1040 G9 2 in 1

A HP renovou os seus portáteis all-in-one com processadores Intel de 12.ª geração. Este Elite foi o mais recente a passar por cá.

Tive a felicidade de estar presente na CES, quando a Microsoft e os seus parceiros fabricantes de hardware lançaram os primeiros computadores compatíveis com escrita natural, que permitiam ao utilizador dispensar o teclado e escrever como se o estivesse a fazer numa folha de papel. Desde então, os avanços tecnológicos têm permitido uma utilização cada vez mais parecida com a de um papel e caneta.

Prova disso é o HP Elite x360 1040 G9 2 in 1, um computador que pode ser usado como tablet ou como laptop (daí o 2 in 1) e ainda tem uma caneta que permite escrever ou desenhar no ecrã, com uma precisão e resposta excelentes.

Por fora, o Elite x360 1040 G9 é semelhante ao da geração anterior (é mais fino) – até herdou o sistema de dobradiças que permitem ao ecrã girar para a parte de trás do chassis, assumindo o modo de tablet. O ecrã tem as mesmas dimensões que o seu antecessor, mas traz uma resolução superior: 1920 x 1200. A HP removeu ainda (finalmente) a antiga ligação de alimentação e substituiu-a por uma entrada USB-C, o que permite usá-la para carregar um smartphone.

Por dentro, o panorama é semelhante, com a mesma quantidade de memória e de espaço (SSD de 512 GB); contudo, o processador pode, agora, ser um Core i7-1265U, que tem um pouco mais de vigor que o anterior. Este maior vigor também se reflecte na gráfica, mas não espere conseguir jogar Crysis neste Elite x360.

Evolução do design
A qualidade da construção é a típica da HP: tudo está no lugar e há uma impressão de solidez, apesar de pesar apenas 1,35 kg. O teclado é suave e silencioso, uma característica necessária num portátil que, potencialmente, terá de ser usado em sítios com bastante gente.

Depois, um pormenor: a caneta Bluetooth pode ser recarregada através da fonte de alimentação do computador. Já que falamos neste acessório, uma das coisas que evoluíram muito neste campo é que, agora, não é necessário fazer muita pressão no ecrã nem escrever devagar para que a o sistema apanhe todos os movimentos da caneta para os transformar em tinta digital.

Mas nem tudo são coisas boas. No nosso teste de bateria, este HP só chegou às seis horas. Fizemos todas as actualizações do Windows e dos drivers que estavam disponíveis na altura e, mesmo assim, o valor não se alterou. Já nos outros testes de desempenho, o Elite conseguiu manter-se na média para este tipo de hardware.


Distribuidor: HP

Preço: €1890


Benchmarks

  • PCMark 10: 5148
  • PCMark Produtividade: 7063
  • PCMark Bateria: 364 minutos
  • 3D Mark Wildlife: 9159

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-1265U
Memória RAM: 16 GB DDR5-4800 MHz
Armazenamento: SSD NVMe com 512 GB
Ecrã: WUXGA 14” táctil (1920 x 1200)
Ligações: Wi-Fi 6E, Bluetooth 5.2, 2 x USB4 Type-C (Thunderbolt, USB Power Delivery, DisplayPort 1.4), 2 x Type-A, HDMI 2.0,
Dimensões: 315,6 x 226,6 x 19,2 mm