Samsung Galaxy Z Fold 4

O novo Galaxy Z Fold 4 chegou. Será que continua a ser o melhor smartphone dobrável do mercado?

Com o Galaxy Z Fold4, a Samsung chega à quarta geração da sua tecnologia de smartphones dobráveis, com um dispositivo que continua a ser uma referência. Agora, conta com um mecanismo de dobradiça ainda melhor, um chassis mais resistente e mais ergonómico (que continua a ser à prova de água – IPX8), melhores câmaras e um processamento mais rápido/eficiente. Até a interface OneUI foi bastante melhorada, graças à introdução do novo Android 12L, criado especialmente para dispositivos com ecrãs dobráveis.

Melhor experiência
Mantendo-se fiel ao formato já conhecido das anteriores gerações, o novo Galaxy Z Fold4 continua a usar uma estrutura composta por um ecrã externo e um interno de grandes dimensões. O externo mantém as 6,2 polegadas, mas é ligeiramente mais largo e mais baixo, o que o torna mais prático para uma utilização quotidiana. Estas alterações obrigaram também a uma mudança ligeira no ecrã interno, que ainda assim mantém as 7,6 polegadas, bem como a compatibilidade com as canetas digitais S Pen (S Pen Pro e Fold Edition).

Ambos têm tecnologia LTPO com taxa de actualização variável até 120 Hz, o que garante uma experiência fluida aliada à poupança de energia. O ecrã interno é perfeito para tirar partido das funcionalidades introduzidas no Android 12L, como a nova barra de tarefas na parte inferior do ecrã, que permite aceder directamente a apps favoritas e mais utilizadas. As aplicações abertas podem ser facilmente redimensionadas para ocuparem metade do ecrã, um quarto, ou apenas transformarem-se em janelas pop-up flutuantes.

Potência e eficiência
A Samsung conseguiu integrar o Snapdragon 8+ Gen1 no Fold 4, um processador que representa um salto de duas gerações face ao Snapdragon 888 utilizado no seu antecessor, sendo este extraordinário, não só em termos de desempenho, mas também de eficiência energética. Neste último ponto, as melhorias são tais, que a Samsung cometeu a audácia de manter a bateria de 4400 mAh do Fold 3, mas com a vantagem de ter mais autonomia: o Fold 4 consegue, com o grande ecrã interno, registar os mesmos valores que o Fold 3, com o ecrã externo. Ainda assim, a bateria continua a ser lenta a carregar (25W).

Em relação às câmaras, a Samsung actualizou finalmente o módulo traseiro, optando pela solução encontrada nos Galaxy S22 e S22+: um sensor principal de 50 MP, um de 12 MP para a ultra grande angular e um de 10 MP para a telefoto, garantindo assim um zoom óptico de 3x e digital até 30x. O sensor frontal de 10 MP é exactamente o mesmo, tal como o interno, de 4 MP, colocado debaixo do ecrã, devendo este ser utilizado apenas em caso de necessidade.


Distribuidor: Samsung

Preço: €1859


Benchmarks

  • AnTuTu v9: 1 053 038
  • 3D Mark Wild Life: 11 021
  • GeekBench 5 Single CPU: 1313
  • GeekBench 5 Multi CPU: 4243
  • GeekBench 5 OpenCL: 6421
  • PCMark Work 3.0: 15 429
  • PCMark Work 3.0 Battery: 826 minutos (ecrã externo); 698 minutos (ecrã interno)

Ficha Técnica

Processador: Qualcomm Snapdragon 8+ Gen1 (3,19 GHz + 3 x 2,75 GHz + 4 x 1,8 GHz)
Memória: 12 GB
Armazenamento: 256 GB
Câmaras: 50 MP f/1.8 + 12 MP f/2.2 + 10 MP f/2.4 (traseira); 10 MP f/2.2 (frontal externa); 4 MP f/1.8 (frontal interna)
Ecrã: 7,6” Foldable Dynamic AMOLED 2X 120 Hz (2176 x 1812); 6.2” Dynamic AMOLED 2X 120 Hz (2316 x 904)
Bateria: 4400 mAh
Dimensões: 155,1 x 130,1 x 6,3 mm (aberto); 155,1 x 67,1 x 14,2 mm (fechado)
Peso: 263 gr