Dynabook Portégé X30W

Este novo computador é a mais recente geração de portáteis convertíveis da Dynabook: tem um ecrã dobrável a 360 graus e alguns argumentos de peso no que toca a mobilidade.

Como tem vindo a ser habitual, a família Portégé da Dynabook continua a ter vários argumentos que a podem destacar da concorrência: um deles é o robusto chassis em liga de magnésio. Mesmo assim, o Portégé X30W é extremamente fino (apenas 17,9 mm) e pesa menos de um quilo – 989 gramas, para sermos mais precisos.

Além das boas características de mobilidade, este Dynabook tem outras que sempre fizeram parte da gama, como o bom desempenho, justificado pelo recurso à plataforma Intel Evo, e a quantidade de ligações existentes. No que respeita à energia, o Portégé X30W pode ser usado qualquer tipo de alimentador USB-C, mas é com o alimentador fornecido que conseguimos, em apenas meia hora de carga, chegar até 40% do total da capacidade da bateria.

Portabilidade
A Evo é a nova solução da Intel para quem procura uma plataforma de alto desempenho num equipamento de baixo consumo energético e elevada eficiência. Neste caso, encontramos um processador Intel Core i7-1165G7 (11.ª geração) com quatro núcleos, oito threads, 12 MB de memória cache e a capacidade de trabalhar com uma frequência que varia entre os 2,8 e os 4,7 GHz, dependendo da intensidade do trabalho. A Intel anuncia um TDP de 28 W, mas esse valor deve disparar sempre que a frequência passar os 2,8 GHz de base. Este processador vem acompanhado por uma controladora gráfica integrada Intel Xe Graphics, com 96 unidades de execução a 1,30 GHz, sendo o controlador de memória ideal para tirar partido dos presentes 16 GB de memória RAM, do tipo LPDDR4X, que funciona a 4267 MHz. O armazenamento fica a cargo de um módulo SSD M.2 PCIe com 512 GB.

Destaque ainda para o ecrã táctil IPS 1080p FHD com 13,3 polegadas e acabamento antirreflexo que pode ser rodado em 360 graus, transformando este portátil num tablet. Neste ecrã podemos ainda usar a opcional caneta digital, para apontar notas ou desenhar.

Desempenho e autonomia
Apesar de estar configurado para garantir uma superior eficiência energética, o processador deste Portégé X30W conseguiu óptimos resultados nos testes, tendo em conta as suas características e limitações. Até mesmo no teste gráfico 3DMark Wildfile os mais de catorze mil pontos obtidos revelam que a Intel tem conseguido, aos poucos, tornar estas controladoras integradas cada vez mais capazes, embora continue a estar longe dos requisitos necessários para quem queira dar uns tiros em CS:GO ou Fortnite. Onde este Dynabook nos impressionou realmente foi no teste de autonomia: a bateria de quarto células ultrapassou as catorze horas, superando, inclusive, o valor anunciado pela Dynabook. Só é pena o preço algo elevado para a configuração que experimentámos, mas ainda assim normal dentro do que se encontra neste segmento empresarial.


Distribuidor: Dynabook

Preço: €1829


Benchmarks

  • PCMark 10: 5012
  • PCMark 10 Productivity: 6555
  • PCMark 10 Battery Modern Office: 853 minutos
  • 3D Mark Wildlife: 14 122

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-1165G7 a 2,8 GHz
Memória: 16 GB LPDDR4X 4266 MHz
Armazenamento: 512 GB SSD M.2 PCIe NVMe
Placa Gráfica: Intel Iris Xe Graphics
Ecrã: 13,3” IPS táctil (1920 x 1080)
Ligações: 2 x USB-C 3.1 Gen2, USB 3.1, HDMI, leitor de cartão MicroSD, jack 3,5 mm
Dimensões: 303,9 x 197,4 x 17,9 mm
Peso: 989 g