Alimentador Inteligente Xiaomi

A Xiaomi entrou no mercado nacional dos produtos inteligentes para cuidar de animais, vamos falar primeiro do alimentador inteligente.

Xiaomi Smart Pet Food Feeder (Medium)
Imagem - Xiaomi

Muitas pessoas que têm animais em casa, principalmente gatos, usam uma tigela para colocar a comida que é cheia sempre que o animal come tudo. Isto, sendo prático, pode fazer com que o animal ganhe peso ou fique mesmo obeso, dependendo do nível de actividade.

Para poupar o trabalho de medir a quantidade de comida que é consumida pelo animal, a Xiaomi lançou um alimentador inteligente acompanhado de uma aplicação que está disponível para Android e para iOS.

O alimentador

O alimentador é composto por duas peças: uma taça em aço inoxidável que se prende ao dispositivo que doseia a comida através de um conjunto de ímanes. E o dispositivo dispensador, que tem um depósito com capacidade para cerca de 3,5 kg de comida. A tampa tem um filtro que mantém a comida fresca e seca.

Feeder_1
Imagem – Xiaomi

Como é hábito na Xiaomi, tudo é em plástico branco, menos a taça. A construção é excelente e com o design moderno, fica bem em qualquer cozinha.

Como é óbvio, este dispositivo precisa de energia eléctrica para funcionar, mas, se faltar a energia, o animal não passa fome, porque podem ser instaladas quatro pilhas AA na parte de baixo, que asseguram o funcionamento do alimentador. Na parte de cima está um botão que permite dispensar comida manualmente.

A aplicação

A alma deste dispositivo é a aplicação Mi Home que, como já foi mencionado, está disponível gratuitamente para Android e iOS. Através da aplicação, pode definir um plano personalizado de alimentação para o animal consoante vários parâmetros, como a raça, sexo, se está castrado e mesmo inserindo a informação nutricional da ração que se usa. Em alternativa, a app tem uma linguagem de programação rudimentar e muito fácil de aprender, que permite estabelecer condições para a dispensa automática da comida.

App Xiaomi

Através da aplicação pode também, actualizar o firmware do alimentador, monitorizar a quantidade de comida disponível e dispensar comida manualmente.

Configuração e utilização

A configuração inicial é surpreendentemente fácil. Basta instalar a aplicação, ligar o dispositivo à corrente e adicioná-lo na app. Neste último passo, tem de ter cuidado porque aparecem vários modelos e tem de escolher o correcto para conseguir estabelecer a comunicação. No final, atribui-se um nome à divisão onde está o dispositivo.

Para criar o plano de nutrição personalizado tem de ter algumas informações acerca do animal e também a informação nutricional da ração.

Tem de definir a espécie (cão ou gato), a raça, o sexo, se está esterilizado, a data de nascimento, o peso e inserir os dados nutricionais da ração utilizada. Depois, pode definir quando é que a comida é dispensada e a quantidade.

Claro que tudo isto funciona perfeitamente quando se tem apenas um animal, se, como eu, tiver 3 gatos, para além da hora da dispensa da comida, o sistema não tem forma de distinguir entre os animais.

Quanto à programação fora do plano de alimentação personalizado, há uma pequena dificuldade. Na app, a interface que permite configurar esta funcionalidade está em inglês (tudo o resto está num misto de português de Portugal e do Brasil), por isso pode ser complicado para algumas pessoas. Através desta pode, por exemplo, criar uma rotina que dispensa uma quantidade específica de comida todos os dias a uma determinada hora. Pode até definir várias rotinas para dias diferentes.


Selo PCGuia Excelência