CURIOsidades

A Curio não é propriamente uma novidade nas app stores mas a era do ‘quem és tu que não tens um podcast?’ renovou-lhe a vitalidade.

Tornou-se uma espécie de companhia. Um all-in-one que nos permite ir bebendo conhecimento quase sem darmos por isso. Pode estar lá atrás enquanto fazemos outras tarefas ou acompanhar-nos numa viagem. O áudio está vivo e de boa saúde. E as apps de difusão de áudio captaram a atenção do público… e do jornalismo, do audio-jornalismo.

A Curio não é propriamente uma novidade nas app stores mas a era do ‘quem és tu que não tens um podcast?’ renovou-lhe a vitalidade. E é provavelmente a melhor forma de ouvir uma curadoria dos melhores artigos da imprensa internacional.

Marcam presença textos de publicações como o The Economist, The Wall Street Journal, a Wired, Bloomberg ou a Monocle. O verdadeiro infotainment.

Quando a atenção undivided não é possível ou porque gosta mais de ouvir que de ler (ou opte por fazer as duas coisas ao mesmo tempo), a Curio dá-lhe também a possibilidade do ‘read along’, levando-o ao site da publicação onde o artigo está publicado. Num mundo em que o multi-tasking é omnipresente, esta é, aliás, uma funcionalidade que também já vamos encontrando em alguns websites de imprensa.

De resto ,é escolher. Subdividida por categorias, a escolha do que pretende ouvir é facilitada e o seu acesso é feito de forma intuitiva. Pode ainda fazer o bookmark das histórias que está a ler, criar uma lista de ‘leitura’ ou procurar pelos artigos mais recentes que ouviu. Isto, se lá pelo meio não encontrar um de que queira fazer donwload e ouvi-lo no seu leitor de podcast.

A app é abrilhantada com a presença de narradores como Gillian Anderson, eternizada pelos X-Files. O The Guardian tem um artigo de como ela se apaixona pelas personagens que interpreta. Uma curiosidade 🙂