Corsair K70 RGB TKL

Sabe o que quer dizer ‘TKL’ no nome do teclado? Ten Key Less, ou seja: este K70 não tem o habitual teclado numérico do lado direito. Mas o que lhe falta em teclas, ele tem noutras coisas.
K70_RGB_TKL_2

Pessoalmente, não sou muito adepto destes teclados mais compactos. No entanto, consigo compreender a sua utilidade. São mais fáceis de transportar e para quem passa o dia a dar tiros num qualquer cenário virtual em vez de o passar a preencher folhas de Excel, a falta das 10 teclas numéricas não é importante.

Mas este K70 RGB TKL da Corsair, apesar de ser mais compacto que a versão K70 “normal” não deixa de ter funcionalidades que, normalmente, apenas estão presentes nos teclados maiores. É o caso das teclas de controlo de reprodução de multimédia e o potenciómetro para o controlo de volume.

Aspecto familiar

Tirando a óbvia falta de teclas numéricas, o K70 RGB TKL parece-se mesmo com o K70 Mk.2. A peça à volta do teclado em alumínio preto é muito semelhante, os botões de controlo de multimédia são iguais (mas posicionados noutros lados), até o local onde se liga o cabo USB é igual ao do antecessor.

O K70 TKL tem os mesmos 8 botões extra: quatro para o controlo da reprodução de conteúdos, um para alterar o perfil, um para o brilho da retroiluminação, um para ligar e desligar o modo de jogo e um para ligar e desligar o volume (Mute). Ao contrário do K70, os controlos de multimédia estão à esquerda e os botões de modo à direita. A única coisa que está na mesma posição relativa é o controlo de volume e o botão de Mute.

K70_K70_TKL
O K70 em cima, K70 RGB TKL em baixo. As semelhanças são notórias.

O K70 RGB TKL foi construído para quem joga competitivamente, por isso a velocidade dos interruptores das teclas é um aspecto de primeira importância. Neste caso, o utilizador pode escolher entre interruptores Cherry MX Red, Corsair MX Speed ou Corsair OPX.

Curiosamente, apesar dos tamanhos diferentes do K70 normal e do TKL, o som das teclas é o mesmo.

Este teclado tem ainda um interruptor para torneios que coloca a iluminação RGB numa única cor e repõe as definições das teclas. Esta funcionalidade foi incluída para evitar desqualificações acidentais em torneios.

Interruptor
Tal como no K70, o K70 RGB TKL tem uma entrada USB Type-C para ligar ao computador e um interruptor para torneios.

O cabo USB é USB Type-A para USB Type-C e pode ser desligado para facilitar o transporte. Por falar em RGB, uma das características mais singulares deste K70 RGB TKL é a velocidade com que comunica com o computador: 8000 Hz. Isto quer dizer que o teclado envia um sinal para o computador a cada 0,125 milissegundos. Isto tem, naturalmente, a ver com a eliminação de todo e qualquer lag de comunicação que possa existir entre o teclado e o PC. Valores desta magnitude são excelentes em ratos para jogos, já nos teclados, francamente: não se nota.

Software melhorado

iCue
A interface do renovado software iCue da Corsair.

Desde que faço análises a hardware da Corsair, que digo que o software iCue não era lá grande coisa. Mas estas últimas versões fizeram-me mudar a opinião. Tudo está muito mais organizado, a Corsair conseguiu resolver muitos dos bugs que o assolavam e até está muitíssimo mais fácil de usar. Com este software, o utilizador consegue fazer alterações à iluminação, programar macros e fazer actualizações de firmware dos dispositivos.


Distribuidor: Corsair

Preço: €169,99 (interruptores Corsair OPX), €159,99 (interruptores Cherry MX Speed)