Solução de blockchain que liga investidores a proprietários de casas devolutas é a vencedora do Hackatome Lisboa

O conceito é uma espécie de crowfunding aplicado à renovação imobiliária.
©Startup Lisboa
©Startup Lisboa

A Junikek é a vencedora da competição Hackatome, uma iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa e da Startup Lisboa que teve como objectivo «procurar soluções tecnológicas e inovadoras para o problema das mais de 48 mil casas vazias em Lisboa».

Esta equipa da Junitec (Júnior Empresa do Instituto Superior Técnico) apresentou a DAOHomes, uma plataforma baseada em blockchain que põe em contacto proprietários que tenham um imóvel devoluto com investidores que o podem querer comprar e recuperar. O conceito é uma espécie de crowfunding aplicado à renovação imobiliária.

Aqui, vários investidores «podem aplicar fundos à renovação» de um edifício; depois, quando as obras acabarem, se o imóvel for vendido ou arrendado, todos os envolvidos recebem um «retorno financeiro» que será proporcional ao investimento.

Segundo a Junikek, que recebeu sete mil euros de prémio, a ideia surgiu da noção de que «existe falta de capital para que os proprietários possam renovar as suas casas para negócios imobiliários», ao mesmo tempo que «49% da população se mostra interessada em investir no mercado imobiliário».

Agora, a equipa vai poder ter a possibilidade de, em conjunto com a Câmara Municipal de Lisboa «ver a sua ideia implementada e apoiar um novo futuro para estas habitações».