Jogadores de Elite Dangerous em consolas vão receber gratuitamente a versão para PC

Depois de interromper o desenvolvimento de Elite Dangerous nas consolas, a Frontier esclarece o que os jogadores vão poder transferir para a versão de PC.

Algumas semanas depois de ter cancelado o desenvolvimento das versões para consolas do simulador espacial Elite Dangerous, a Frontier Developments anunciou finalmente a forma como os utilizadores que jogam em Xbox e PlayStation vão poder mover os seus saves para a versão de PC. Ao mesmo tempo, a editora também revelou os planos para o futuro do simulador.

Para facilitar a passagem da versão para consolas de Elite Dangerous para PC, os utilizadores do jogo de PlayStation e Xbox vão receber uma cópia gratuita da versão para PC do jogo. No entanto, não foi revelado quando e como isso vai ser feito e se esta oferta terá um limite de tempo.

Na semana passada, a Frontier explicou que itens os jogadores das versões para consolas vão poder transferir para a versão de PC. Vai ser possível manter as naves, veículos terrestres, avatares, o conteúdo dos inventários, reputação, os ranks, licenças, descobertas que estejam no codex, a progressão na engenharia, a progressão na tecnologia dos Guardian e os efeitos cosméticos. Não vai ser possível transferir as participações em esquadrões, listas de amigos e o progresso em missões específicas. Os jogadores também terão de alterar o nome dos seus personagens, depois de os transferirem para a versão para PC.

De tudo o que não se pode transferir da versão de consola para PC, o mais notável são os Fleet Carriers. Estas naves gigantescas, que servem de estações espaciais móveis, requerem a reunião de uma vasta quantidade de recursos e são muito caras de construir e manter. Por isso, a Frontier sugere aos jogadores a desactivação dos seus Fleet Carriers na versão para consolas, antes da transferência da conta e depois usar o dinheiro que ganharem para os voltarem a comprar no PC. Esta solução pode demorar até duas semanas a concretizar e envolve a transferência de milhares de milhões da moeda do jogo por cada jogador.

Por fim, também não será possível transferir a quantidade de ARX que os jogadores tenham nas suas contas. A ARX é a outra moeda de jogo, que pode ser comprada com dinheiro real e depois usada para comprar itens cosméticos para as naves dos jogadores.

Em Março de 2022, a Frontier cancelou as actualizações das versões para consola de Elite Dangerous, depois de ter empenhado grande parte dos seus recursos a tentar melhorar o desempenho nas consolas da mais recente expansão, chamada Odissey. Esta expansão permite sair das naves e jogar em modo FPS em missões e também permite andar a pé nas estações espaciais. A expansão acabou por apenas ser lançada em PC.

elite_roadmap

A Frontier também anunciou o roadmap para o ano de 2022 em que estão previstas três actualizações. A editora promete continuar a optimizar o Odissey e desenvolver mais a história do jogo principal. A empresa prometeu ainda uma actualização de fundo das funcionalidades principais do jogo, que vai chegar no início de 2023, mas não deu muitos detalhes.