Huawei Watch GT 3

O Huawei Watch GT 3 é um relógio para quem quer monitorizar o exercício físico, que tem um design mais clássico e oferece funcionalidades que não estavam presentes nos seus predecessores.
Watch_GT3

O lançamento do sistema operativo HarmonyOS em 2021, que vinha instalado no Huawei Watch 3, causou alguma curiosidade e deu à marca chinesa um novo fôlego no mercado dos dispositivos wearable, por tornar estes dispositivos mais versáteis.

A Huawei decidiu usar o mesmo software no Watch Gt3, mas este relógio não é um sucessor directo do modelo do ano passado. O GT 3 é um relógio para um público diferente, que não quer gastar muito dinheiro num dispositivo deste género.

Apesar de ter um design Huawei, o GT 3 não é parecido com o GT 2, que tinha dois botões laterais e era feito claramente para uma utilização desportiva. O GT 3 é um relógio mais clássico.

Em vez dos dois botões, o GT 3 tem uma coroa rotativa do lado direito, que também funciona como um botão, que permite navegar pelos menus. Também está presente um botão separado que serve para dar início rapidamente à monitorização de uma sessão de exercício.

A caixa é feita em metal e a parte de trás, onde está o sensor de batimentos cardíacos, é feita num material semelhante a cerâmica.

Funcionalidades

Em relação ao que se consegue fazer com este relógio, o bloqueio dos Estados Unidos à utilização de software de empresas americanas pela Huawei, quer dizer que apps de fitness conhecidas, como a Strava não podem ser usadas em hardware Huawei. A empresa tenta colmatar este problema com a inclusão de software próprio no relógio, o que não é propriamente um ponto contra. É apenas uma questão de hábito.

A interface do HarmonyOS é fácil de navegar, o arranjo e navegação pelos ícones é muito semelhante à solução que Apple encontrou para o Apple Watch.

Os relógios Huawei tem funcionalidades interessantes, como o medidor de stress, uma aplicação para fazer exercícios respiratórios. Se o utilizador quiser fazer caminhadas pode usar a bússola integrada para se orientar e encontrar o caminho de volta.

Uma das melhores aplicações que o GT 3 tem, chama-se TruSleep. Como o nome indica, esta aplicação serve para monitorizar o sono. Passado algum tempo depois de acordar, a aplicação dá um relatório completo acerca da qualidade do sono e também algumas dicas para a melhorar.

O sistema de geolocalização independente do relógio permite usar o relógio em actividades ao ar livre sem a necessidade de andar com o smartphone atrás. O sistema é preciso, mas quando se está longe do telefone, pode demorar um pouco até conseguir obter a localização inicial.

Aplicação

Um dos pontos fracos do Huawei GT 3 não é o relógio em si, mas a aplicação Huawei Health. Não quer dizer que não faça o que diz na caixa e acredito que funcione maravilhosamente bem nos smartphones da Huawei. O problema é que, supostamente, um wearable e a respectiva aplicação devem funcionar bem independentemente da combinação smartphone/relógio.

Neste caso há bastantes coisas que têm de ser ajustadas. Começando pelas actualizações. Quando recebi o relógio, a aplicação que estava na loja da Google não o detectava. Tive de ir buscar uma versão mais recente a um site de apk, com todos os problemas que isso pode acarretar (principalmente de segurança). Depois há o problema das actualizações. A Huawei actualiza (e bem) a Huawei Health regularmente. A própria aplicação tem uma funcionalidade que permite actualizar a app directamente, sem passar pela loja. Até aqui, tudo bem.

Mas, por vezes, quando a app é actualizada, perde as credenciais. Isto implica, para além de ter de inserir os dados de login, as verificações de identidade por SMS ou qualquer outro método, que nem sempre funcionam como deve ser.

Por fim há o problema das chamadas Bluetooth. Por qualquer razão, no meu smartphone, quando tento fazer uma chamada através de um kit mãos-livres Bluetooth, a app acha que eu a quero fazer através do relógio. Quando recebo chamadas, com o mesmo kit, tudo funciona como deve ser.

Apesar de tudo isto, a aplicação funciona e faz um relatório completo de tudo o que faz com smartwatch, desde o sono, até às sessões de ginásio, corridas ou caminhadas. Também dá um histórico completo dos batimentos cardíacos, SpO2 e outros parâmetros que sejam medidos.

Exercício

Apesar de ser um dispositivo mais clássico, o GT 3 continua a ser um smartwatch para fitness.

Uma das funcionalidades mais úteis neste campo é o AI Running Coach. Pode definir objectivos, desde corridas de 3 Km, até a maratonas completas. O Running Coach tem em conta o nível físico do utilizador e o desempenho passado, para desenvolver um plano personalizado para o ajudar a atingir o objectivo.

Bateria

A Huawei anuncia um tempo de vida de 14 dias entre cargas, que é um pouco ambicioso demais. Nos meus testes cheguei a pouco mais de 10 dias, antes de ter de carregar a bateria. O carregamento é feito por indução e, infelizmente, o cabo está preso à estação de carregamento (ao contrário do que acontecia no passado). A bateria do relógio demora cerca de 1 hora e 40 min para ficar completamente carregada.


Dados técnicos

Tamanho da caixa: 46 mm, 42 mm

Peso: 42,6 g ( versão 46 mm), 35 g (versão de 42 mm)

Ecrã: Ecrã AMOLED de 1,43 polegadas (versão 46 mm), 1,32 polegadas (versão de 42 mm)

Sensores: acelerómetro, giroscópico, geomagnético, sensor óptico de frequência cardíaca, sensor de pressão atmosférica, temperatura

Botões: Botão de energia + botão de função, o botão superior suporta a coroa rotativa

Requisitos de Sistema (aplicação): HarmonyOS 2 ou posterior, Android 6.0 ou posterior, iOS 9.0 ou posterior

Resistência à Água: resistência à água até 5 ATM

Ligações: Bluetooth, GPS

Preço

€249,90 (loja online da Huawei)