Hisense ULED 65 U8GQ

A análise à televisão Quantum Dot de 65 polegadas da Hisense.
Hisense 65U8GQ

Esta Hisense, da gama ULED U8, destaca-se por ser uma televisão Quantum Dot com um eficaz sistema de retroiluminação local (FALD). O sistema é composto por múltiplas zonas controladas de forma independente, garantindo assim um contraste superior ao que é habitual num LED.

O ecrã 4K de 65 polegadas é de 10-bit, o que garante mais de mil milhões de cores, podendo usufruir de um brilho máximo de 1000 nits, ideal para tirar partido das normas HDR10 e Dolby Vision IQ. Está igualmente presente um novo modo de imagem, o IMAX Enhanced, que optimiza o som, as cores, o brilho e o contraste, para uma experiência cinematográfica mais convincente.

A vertente sonora está bem representada, não só pela inclusão da certificação Dolby Atmos, como pela presença de um sistema de som que, segundo a ficha técnica da Hisense, é composta por um sistema 2.1.2 de 60W de potência total (2x 10 W + 20 W + 2x 10 W).

Infelizmente, mesmo activando o modo Dolby Atmos, não nos foi possível determinar se efectivamente estávamos a dar uso de todos os altifalantes, pelo que recomendamos, para uma experiência sonora ao nível da qualidade de imagem do ecrã, que adquira uma barra de som Dolby Atmos dedicada.

Está presente o (cada vez mais) importante modo ‘Game’ (para jogos), que tira partido dos 120 Hz e reduz o tempo de resposta do ecrã para 17 ms. Temos ainda ligações HDMI 2.1, todas elas compatíveis com as normas VRR (taxa de actualização variável) e ALLM (modo de baixa latência automático) e um novo processador de quatro núcleos, que desempenha igualmente um papel essencial a lidar com a última geração do sistema operativo VIDAA.

Este SO, que está melhor que nunca, estreia uma nova interface mais atraente e intuitiva, com recomendações das principais aplicações instaladas, um pouco à semelhança do que acontece com o Google TV.

Nota: 4,5/5
hisense.pt | €1099