Volvo investe em startup israelita de carregamento extrarrápido de baterias: 160 km em cinco minutos

Volvo e StoreDot avançam que as primeiras baterias começam a ser «produzidas em massa» até 2024.

©Volvo
©Volvo

Até 2030, a Volvo tem como objectivo vender apenas automóveis eléctricos – este é mais um passo para chegar a esta realidade, quando faltam oito anos.

A marca sueca fez um investimento (os números do negócio não foram revelados) na StoreDot, uma startup de Israel que criou um tipo de baterias de carregamento extrarrápido: segundo a Volvo, será possível chegar a uma autonomia de 160 km em apenas cinco minutos.

Para criar estas baterias, a StoreDot desenvolveu uma «tecnologia única de ânodo dominante de silício e integração de software relacionado»; além de permitir o carregamento mais rápido, a marca garante que este conceito também irá «baixar os custos» desta operação.

Volvo e StoreDot avançam que as primeiras baterias começam a ser «produzidas em massa» até 2024.

Actualmente, a Volvo vende em Portugal dois automóveis totalmente eléctricos: o C40 (na foto, em cima) e o XC40. Contudo, todas as linhas da marca sueca têm modelos Recharge, os seus híbridos plug-in.