Russos tentam contornar limitações da Internet com recurso a VPN

Segundo a Atlas VPN, as instalações do seu software de VPN cresceram 10000% desde o anúncio que o Instagram ia ser bloqueado.

VPN

A corrida à instalação de software de VPN (Virtual Private Network) na Rússia começou no dia 11 de Março, dia em que a entidade reguladora das comunicações do país anunciou que ia bloquear o acesso à rede social Instagram.

Segundo dados divulgados pela Atlas VPN, no dia 14 de Março, as instalações do seu software de VPN em dispositivos Android e iOS chegou a ser mais de 11000% acima da média para os utilizadores na Rússia.

VPN
Imagem – Atlas VPN

O bloqueio do Instagram na Rússia foi anunciado após a Meta, empresa que detém o Facebook, Instagram e Whatsapp, ter alterado os termos de utilização para permitir utilizadores em vários países publicarem mensagens de ódio para com o presidente e soldados russos no contexto da invasão da Ucrânia.

Em conjunto com os bloqueios na Internet, o governo russo também limitou muito os meios de comunicação independentes, que fecharam quase todos nos últimos dias.

Ao usar um serviço de VPN, um utilizador consegue aceder à Internet com um endereço IP diferente do que lhe é atribuído no país onde se encontra. Isto permite em muitos casos ultrapassar limitações de acesso a serviços e a sites no país onde se encontram.