Polícia inglesa deteve sete pessoas alegadamente ligadas ao grupo Lapsus$

Segundo a polícia, um dos envolvidos conseguiu amealhar o equivalente a quase 13 milhões de euros em criptomoeda.
lapsus

De acordo com uma notícia da BBC, a polícia da cidade de Londres deteve sete pessoas, com idades entre os 16 e os 21 anos por, alegadamente, pertencerem ao grupo de hackers Lapsus$, que foi responsável por uma recente onda de ciberataques e roubo de informação a grandes empresas, como a Nvidia, Microsoft e Samsung.

Aparentemente, um dos membros do grupo é um jovem de 16 anos, que vive em Oxford, e é conhecido como “Breachbase” ou “White”. Segundo a BBC, “White” conseguiu amealhar cerca de 13 milhões de Euros em Bitcoin, fruto das actividades criminosas do grupo. “White” foi denunciado depois de um conflito interno dentro da organização.

Segundo a Bloomberg, “White” já era suspeito e estava a ser investigado há quase um ano. “White” cometeu vários erros, que permitiram à polícia rastrear as suas actividades online em várias contas que tinha.

O grupo Lapsus$ diz ter roubado 37 Gb de informação à Microsoft, incluindo código fonte do motor de busca Bing e do assistente virtual Cortana. O grupo também tentou comprometer o sistema apoio ao cliente da Okta em Janeiro deste ano. A Microsoft confirmou que os hackers conseguiram acesso limitado à sua rede, já a Okta diz que as tentativas de entrar nos seus sistemas por parte do Lapsus$ terminarem em Janeiro.

Estas detenções na Inglaterra podem não ser suficientes para parar as actividades do Lapsus$ porque, aparentemente, os cabecilhas do grupo estão na América do Sul.