Intel vai investir 80 mil milhões de euros para fabricar chips na Europa

A Intel apresentou um plano de investimentos na Europa que contempla a construção de uma nova fábrica na Alemanha.

Intel_Alemanha (Large)
Render da nova fábrica da Intel na Alemanha - Imagem Intel

A Intel anunciou um plano de investimentos na Europa para “criar um ecossistema da próxima geração” previsto durar 10 anos e que vai custar um total de 80 mil milhões de euros.

A primeira fase do plano da Intel, envolve um investimento de 33 mil milhões de euros. Parte desse valor será gasto numa nova fábrica de chips perto de Magdeburg, na Alemanha, que estará pronta em 2027 e que custará 17 mil milhões de euros. Esta fábrica, também vai produzir chips para outras marcas através dos Intel Foundry Services.

Para além das novas instalações, a Intel vai gastar mais 12 mil milhões de euros na fábrica já existente em Lixlip, na Irlanda. Este investimento irá duplicar a capacidade de produção da Intel na Europa a curto prazo e vai permitir o fabrico de chips de 7 nm na Europa, para além de outros componentes.

Na Itália, a Intel está a negociar com o governo para construir outra nova fábrica, no valor de 4,5 mil milhões de euros.

Mas o investimento não se vai ficar apenas pela produção de chips, a Intel vai criar um novo laboratório em França, dedicado à pesquisa e desenvolvimento nos campos da inteligência artificial e computação de alto desempenho (HPC). Vai também ampliar os laboratórios que já tem em Gdansk, na Polónia, para aumentar a capacidade de pesquisa e desenvolvimento de soluções de processamento de áudio, gráficos, redes neuronais, computação na nuvem e datacenters.

No plano da Intel também está previsto construir um novo laboratório em Espanha em parceria com o Barcelona Supercomputing Center.

O plano apresentado agora prevê ainda a expansão da colaboração com várias entidades europeias, como o IMEC na Bélgica, a Technical University Delft nos Países Baixos, os CEA-Leti da França e os Institutos Fraunhofer na Alemanha.A Intel apresentou um plano de investimentos na Europa que contempla a construção de uma nova fábrica na Alemanha.