Samsung aposta a sério nas tecnologias Micro LED, Neo QLED e OLED

Sim, leu bem. Depois de anos a difamar a tecnologia OLED, que é dominada pela rival LG, a Samsung criou um painel OLED revolucionário. Conheça todas as novidades apresentadas no CES 2022.

A Samsung utilizou o palco da sua conferência no CES 2022, em Las Vegas, para introduzir todas as novidades em termos de televisores para o presente ano. O grande destaque vai para as tecnologias Micro LED, que começam agora a chegar a um maior conjunto de modelos, e os novos paineis Neo QLED, mas deixou uma surpresa de fora…

Começando pela família de televisores Micro LED, estes modelos destacam-se pela sua gigantesca dimensão, variável entre as 89, 101 e 110 polegadas, bem como pela aplicação de um sistema de retroiluminação do painel constituído por 25 milhões de minúsculos díodos LED.

Associado à tecnologia Quantum Dot, estes ecrãs garantem a reprodução de 100% do espectro de cores DCI e Adobe RGB. A interface permite visualizar até quatro fontes de sinais distintos em simultâneo (tem 4 portas HDMI 2.1 4K a 120 Hz), e é compatível com Dolby Atmos, utilizando altifalantes instalados em toda a sua estrutura.

Já a gama Neo QLED, disponível com paineis 4K e 8K, destaca-se pela utilização de um novo sistema de retroiluminação Mini LED de 14-bit, que aumenta o número de fontes de iluminação e de passos de controlo de brilho, dos anteriores 4096 para 16384 passos.

A família de televisores também foi actualizada, com a gama The Frame a estar disponível agora com um ecrã de acabamento mate, e tamanhos entre as 32 e 85 polegadas, a gama The Serif que passa agora a estar disponível entre as 43 e 65 polegadas, e a The Sero, que passa a utilizar o já referido ecrã de acabamento mate, e recebe novas funções para o formato vertical, como observar conteúdos distintos na parte superior e inferior do ecrã.

Curiosamente, a grande novidade da Samsung não foi revelada na conferência, nem nos comunicados da marca. Trata-se da nova Samsung QD-Display, um televisor de 65 polegadas, que se destaca por utilizar o primeiro painel OLED produzido pela Samsung. Mas não se trata de um painel OLED tradicional, mas sim aquilo que a marca Sul Coreana designa de Quantum Dot OLED.

Este painel utiliza um painel OLED principal com díodos orgânicos em azul, que por sua vez iluminam uma camada adicional de píxeis QD. Isto permite combinar o extraordinário nível de contraste e gestão de brilho da tecnologia OLED, com o brilho e as cores da tecnologia Quantum Dot. Por permitir eliminar camadas, face a um LCD tradicional, este ecrã poderá trabalhar a 144 Hz de taxa de actualização.