Canon lança EOS R5 C, a primeira câmara 8K da gama EOS Cinema

Inspirada na impressionante EOS R5, a nova EOS R5 C recebeu as alterações necessárias para gravar vídeo de elevadíssima qualidade a 8K até 60 fps, bem como 4K a 120 fps.

A Canon inicia o ano de 2022 com uma grande novidade, o lançamento da nova EOS R5 C, um novo modelo da gama EOS Cinema, que se destaca por ser o primeiro modelo da série a permitir a captação de vídeo até 8K, e fotografias com 45 milhões de píxeis.

Baseada na brilhante Canon EOS R5, esta versão recebeu diversas alterações estruturais, não só em termos de ergonomia, como através da aplicação de novos botões (13 no total), novas ligações e um eficiente sistema de arrefecimento activo, que permite manter o sensor (e o processador de imagem) arrefecidos durante as sessões de gravação mais exigentes.

Recorrendo a um sensor de 35 mm Full Frame de 45 MP, e ao poderoso processador DIGIC X, esta EOS R5 C é capaz de captar fotografias de elevadíssima resolução a uma velocidade máxima de 20 fotogramas por segundo, podendo estas tirar partido do processamento de imagem que permite reduzir o ruído da imagem (velocidade ISO até 51.200).

Gravando as imagens em formato HEIF de 10-bit, é possível captar com uma gama dinâmica e gama de cores maior, sendo igualmente possível tirar partido de funções adicionais, como temporizador de intervalo, que permite captar conteúdos em modo time-lapse de elevada resolução.

No que toca ao vídeo, este sensor é capaz de captar vídeo 4K até 120 fps, bem como vídeo 8K a 30 fps, ou 60 fps, se utilizar uma fonte de alimentação externa, essencial devido ao elevado consumo de energia necessário para este modo.

Só desta forma a Canon consegue garantir o correcto funcionamento do rápido e preciso sistema de focagem automática Dual Pixel CMOS AF, que suporta os populares modos AF de Olhos e EOS iTR AF X, que permitem acompanhar os olhos das pessoas em tempo real, seguindo a cabeça quando estas desviam o olhar da câmara.

Igualmente relevante é o facto da nova EOS R5 C permitir gravar vídeo internamente em formato Cinema RAW Light de 12-bits, estando presentes três variações de formato RAW, o RAW HQ de alta qualidade, RAW ST de qualidade padrão e RAW LT de qualidade leve.

Igualmente presente está o popular formato Canon XF-AVC de 10-bits (até 810 Mbps), bem como as versáteis opções em MP4, ajustando assim a qualidade às necessidades do utilizador. Como não poderia deixar de ser, estão presentes os modos HDR, como o PQ e HLG, bem como o popular Canon Log 3.

Graças à resolução nativa do sensor ser de 8K, os vídeos a 4K, bem como em Full HD 1080p poderão tirar partido da capacidade de sobreamostragem interna deste sensor. Recorrendo a dois leitores de cartão distintos, um SD UHS-II e um CFexpress 2.0 Type-B, poderá gravar em simultâneo, escolhendo diferentes formatos, resoluções e profundidades de cor para cada cartão.

No que toca a ligações, a EOS R5 C incluí a nova sapata de acessórios multifuncional que encontramos na EOS R3 e na XF605, que permite ligar directamente acessórios como o microfone externo DM-E1D Stereo, o flash Speedlight 470EX-AI, bem como o adaptador CA-XLR2d Audio XLR da TASCAM.

Encontra-se igualmente presente um terminal Timecode In/Out dedicado, para a integração da câmara a soluções profissionais multicâmara, mas estranhamente a Canon optou por manter a porta Micro HDMI, tal como a EOS R5 original, embora se trate de um modelo da gama EOS Cinema. Recorrendo ao emissor sem fios Canon WFT-R10B, que se aplica como um punho vertical, é possível ter-se acesso a uma ligação Wi-Fi Dual-Band (2.4 e 5 GHz) com tecnologia MIMO 2×2, bem como a uma ligação Ethernet Gigabit.

Tudo o resto é similar ao que já conhecemos da EOS R5, como o encaixe para objectivas RF com a sua ligação digital de 12 contactos, sendo este compatível (via adaptador) com objectivas Canon EF, objectivas cinematográficas Canon, bem como objectivas anamórficas de terceiros, sem esquecer a invulgar Canon RF 5.2 mm F2.8L Dual Fisheye, que permite a captação de vídeo 8K para conteúdos de realidade virtual. Esta câmara estará disponível brevemente no mercado nacional por 5169.99 euros (apenas corpo).

Actualização Canon EOS C70

Também a Canon EOS C70, a primeira câmara EOS Cinema compatível com o novo encaixe RF, recebeu importantes melhorias, através de uma actualização de firmware, que por sua vez permitirá desbloquear capacidades avançadas da câmara, como a opção de gravação em Cinema RAW LT 4K, bem como a função de gravação Proxy XF-AVC para a suportar.

Serão igualmente adicionadas novas opções de gravação de Frame e Intervalo, como a animação em Stop Motion, e vídeo em time-lapse. Este firmware melhora igualmente a compatibilidade com mais 12 objectivas, quando utilizadas com o adaptador EF-EOS R 0.71x, como a correcção óptica, metadados e suporte de focagem automática.