​Fundação Repsol dá início a mais um programa de aceleração para startups, com financiamento de cem mil euros

Entre 2011 e 2021, a Fundação Repsol já investiu «mais de dez milhões de euros» em empresas.
©Grupo PFI
©Grupo PFI | Em dez anos, a Fundação Repsol ajudou 65 startups.

Está prestes a começar uma nova edição do programa acelerador de startups tecnológicas da Repsol, pela mão da Fundação desta empresa ligada à energia e aos combustíveis. Mais uma vez, o foco é encontrar soluções inovadoras no domínio do ambiente e energias alternativas.

As inscrições estão abertas aqui até 1 de Março para startups/PME nacionais e internacionais de «base tecnológica em fase pré-comercial e que estejam a trabalhar em cinco áreas.

Tecnologias energéticas de baixo carbono e economia circular; biotecnologia e nanotecnologia para soluções energéticas sustentáveis; produtos e serviços baseados na gestão da energia e energias renováveis; tecnologias digitais para a indústria energética e soluções naturais para a redução da pegada de carbono são os domínios deste programa.

©Repsol
©Repsol | Em dez anos, a Fundação Repsol ajudou 65 startups.

Se a iniciativa decorrer nos mesmos moldes que as anteriores edições, a Repsol vai apoiar entre «cinco e sete empresas», que durante um ano vão ter cem mil euros em investimento e apoio, além de «aconselhamento dee mentores especializados no sector energético» e a «oportunidade de realizar testes-piloto nas instalações» da empresa.

Entre 2011 e 2021, a Fundação Repsol investiu «mais de dez milhões de euros» em empresas, que depois conseguiram angariar «mais de 240 milhões de euros em financiamento público e privado» e criar «390 novos empregos».