PoE – Power Over Ethernet

Conheça a tecnologia que permite alimentar dispositivos através de uma ligação de cabo de dados.

A tecnologia Power over Ethernet já tem alguns anos e é uma excelente aliada para alimentar dispositivos com baixos requisitos energéticos que exigem uma ligação de cabo para transferência de dados, mas que não têm uma tomada eléctrica próxima para os alimentar. Esta tecnologia é muito utilizada em dispositivos como câmaras IP, telefones VoIP (Voice over IP) e diversos tipos de equipamentos, como leitores de etiquetas RFID.

Funcionamento
Para tirar partido desta tecnologia, é preciso um dispositivo final que seja compatível com a tecnologia e as normas em vigor (como uma câmara de videovigilância), bem como de um switch que, além de transmitir e receber os dados provenientes da câmara, utilizará esse mesmo cabo para injectar corrente eléctrica e alimentar a câmara.

Caso o switch existente não tenha a função de alimentação de dispositivos via PoE, deverá será necessário adicionar ao circuito aquilo que se designa de ‘PoE Injector’, uma espécie de caixa que recebe o sinal de dados do seu switch, transmitindo posteriormente os dados e a corrente eléctrica para o dispositivo final.

Em termos de cabos de rede, tradicionalmente têm oito fios alinhados em quatro pares. Para os sistemas de 10 e de 100 Mbps, apenas dois desses pares servem para a transmissão de dados – os restantes ficam inutilizados. Num sistema Gigabit (1000 Mbps) mais actual, usam-se os quatro pares para a transmissão de dados. Num sistema PoE, dois dos quatro pares destinam-se à transmissão de dados e de corrente eléctrica, sem que haja interferências.

Evolução das normas
Segundo a norma original, IEEE 802.3af-2003, um cabo de rede Ethernet pode transmitir entre 44 e 57 volts de corrente contínua (DC), o que corresponde a até 15,4 W de potência, embora o dispositivo só vá conseguir receber até 12,95 W, devido às perdas de corrente ao longo do cabo de rede. Posteriormente, foi lançada a IEEE 802.3at-2009, também conhecida como PoE+ ou PoE Plus, que aumentou a potência para 25,5W; ainda assim, continua a ser proibido a utilização dos quatro pares de cabos.

Mais recentemente saiu a IEEE 802.3bt-2018 (PoE++ ou 4PPoE), que adiciona dois níveis de corrente e chega aos 51 W de potência máxima para sistemas Type 3 e até 71,3W para sistemas Type 4. Para atingir estes valores, os cabos de rede têm de ser certificados para lidar uma corrente eléctrica de 600 (Type 3) ou 960 mA (Type 4). Foram igualmente adicionados os protocolos 2.5, 5 e 10 Gigabit como sendo compatíveis com a tecnologia PoE.

Exit mobile version