Facebook explica falha que deixou os serviços da empresa inacessíveis durante seis horas

Numa publicação no blogue da empresa, o Facebook diz que não se tratou de um ataque e que os dados dos utilizadores não foram comprometidos.
Facebook New

O Facebook publicou um artigo no seu blogue oficial, que explica porque é que as redes sociais Facebook e Instagram e os serviços de mensagens Whatsapp e Messenger estiveram inacessíveis durante seis horas na passada segunda-feira. Segundo a empresa, não se tratou de um ataque de hackers à sua rede, mas sim de um problema de configuração dos seus routers. A publicação não dá muitos detalhes acerca do problema, mas, a certa altura no dia de ontem, os servidores do Facebook deixaram de poder comunicar entre si. O Facebook diz que: “esta interrupção do tráfego na rede teve um efeito de cascata na forma como os nossos data centers comunicam entre si e isto faz para todos os serviços.”

Mark Zuckerberg também publicou ontem um pedido de desculpas na sua conta do Facebook, dizendo que todas as plataformas já estavam online.

A falha ocorreu cerca das 16 horas de Lisboa, e levou a que os vários serviços da empresa deixassem de estar acessíveis, embora os servidores estivessem a trabalhar normalmente. Esta foi a pior falha do Facebook desde 2019, em que os vários serviços da empresa estiveram inacessíveis durante mais de 24 horas.

O problema de ontem parece ter tido origem numa actualização do protocolo BGP (Border Gateway Protocol), que correu mal e apagou as tabelas de encaminhamento dos serviços de DNS, que permitem que outras redes encontrem os sites e serviços do Facebook.