Máscaras, testes e vacinas COVID-19: Kaspersky encontrou mais de cinco mil sites com esquemas de phishing

Em Portugal foram detectados doze sites com este esquema de roubo de dados - na Europa, a Kaspersky identificou trezentos domínios fraudulentos.
©Guido Hofmann
©Guido Hofmann

Entre Março de 2020 e Julho de 2021, a Kaspersky detectou mais de cinco mil sites relacionados com a pandemia que, na verdade, eram uma fachada para esquemas de phishing.

Aqui, os visitantes podiam comprar testes COVID-19 e máscaras com desconto ou certificados de vacinação falsos para usar em restaurantes e ter acesso a eventos, como concertos.

No entanto, os formulários para preenchermos com os nossos dados pessoais e de pagamento (como o cartão de crédito) serviam para os hackers roubarem essa informação, sem que a compra fosse, na realidade, feita.

©Kaspersky / DR.
©Kaspersky / DR. | A empresa russa de segurança dá este exemplo de um site de phishing que vendia máscaras.

Em Portugal foram detectados doze sites com este esquema de roubo de dados – na Europa, a Kaspersky identificou trezentos domínios fraudulentos.

«Na maioria das fraudes relacionadas com a pandemia, os cibercriminosos pretendem obter os dados dos utilizadores. Se receber uma mensagem sobre a pandemia, recomendamos que verifique sempre duas vezes se a informação é de uma fonte oficial e lembre-se que nunca deve partilhar dados pessoais em sites suspeitos», lembra Alexey Marchenko, um dos responsáveis das equipas de investigação da Kaspersky.