EVGA descobre a causa da morte das RTX 3090 enquanto jogavam New World

Afinal a causa de morte de várias EVGA RTX 3090 não foi culpa do título da Amazon Games, mas sim da fraca qualidade de algumas soldaduras da placa.

Durante o mês de Julho, foi descoberto um problema que relacionava o novo título da Amazon Games, na altura na sua fase Beta, com várias placas gráficas GeForce RTX 3090 da EVGA, mais concretamente dos modelos FTW3, em que as mesmas acabavam por morrer, quando estavam muito tempo no menu.

O problema, à partida, estava relacionado com o facto de os menus continuarem a usar renderização 3D, o que levava ao GPU a continuar a trabalhar a 100%, mas o controlador das ventoinhas não assumia esse facto, o que fez com que os GPU destas placas sobreaquecesse e acabasse eventualmente por morrer.

A Amazon Games prontificou-se a corrigir essa falha, ao implementar uma limitação do número de fotogramas por segundo (fps) dos menus, situação essa que acabou por deixar de “matar” placas gráficas. Passadas 6 semanas desde o início desta situação, a EVGA decidiu revelar, junto da PCWorld, o que efectivamente se passou com as suas placas gráficas.

Segundo consta, o problema não está relacionado com o funcionamento do controlador das ventoinhas, mas sim com a qualidade da soldadura utilizada junto dos MOSFET do circuito de alimentação do GPU. Esta descoberta foi feita só após o recurso a uma análise em Raio X de 24 das placas afectadas com este problema.

Segundo a EVGA, este problema foi descoberto em outras placas, pertencentes ao mesmo lote, lote esse que foi produzido em 2020, e que representa somente 1% do total das placas vendidas pela EVGA.