AMD lança o primeiro driver Radeon Adrenalin para o Windows 11

A AMD lançou o seu primeiro driver Radeon para o Windows 11, que traz todas as funcionalidades que já estavam presentes no Windows 10 e um sistema de overclock automático.
Radeon RX 6000

Em Julho, a Intel foi a primeira fabricante de hardware gráfico a lançar um driver feito especialmente para o Windows 11, de seguida foi a Nvidia com o GeForce Game Ready 471.41 WHQL. Agora, quase dois meses depois é a vez da AMD lançar o driver Radeon Adrenalin 2020 21.9.1, o primeiro da empresa para o Windows 11.

Nesta nova versão do software da AMD, os utilizadores que já tenham Windows 11 vão poder usar todas as funcionalidades que já estavam disponíveis no Windows 10, como a Radeon Boost, Radeon Anti-Lag e as ferramentas de streaming e de captura de imagem. Para além destas funcionalidades, a AMD incluiu uma nova funcionalidade de overclocking automático, que permite acelerar a placa gráfica com um único toque num botão.

Segundo a AMD, se o utilizador tiver um processador AMD Ryzen de última geração e uma gráfica Radeon, aparece um secção denominada ‘Tuning Control’ que permite seleccionar a opção ‘Auto Overclock’ para aumentar o desempenho do processador e da placa gráfica. Este overclocking também pode ser aplicado unicamente ao processador.

Como foi mencionado, o utilizador terá de ter um processador Ryzen 5000 e uma gráfica Radeon RX 6000 para tirar partido desta funcionalidade. Nesta nova versão do driver para placas gráficas da AMD, foram também incluídas optimizações para Deathloop para a versão beta de Call of Duty: Vanguard.

O novo driver pode ser descarregado a partir daqui.