Alibaba vai eliminar a venda de bens e serviços relacionados com mineração de criptomedas

Como forma de cumprir as directrizes do Governo, o maior portal de comércio electrónico chinês vai deixar de vender bens e serviços relacionados com criptomoedas.

O gigante Alibaba, o maior portal de comércio electrónico chinês, anunciou que irá banir a comercialização de produtos e serviços que estejam relacionados com a mineração de criptomoedas, indo assim ao encontro das medidas que o Governo Chinês tem tomado para tornar a mineração e a utilização de criptomoedas ilegal.

Esta medida vem assim reforçar outras medidas que já tinham sido implementadas, como a do Banco do Estado, que tornou todas as transacções relacionadas com criptomoedas ilegais, bem como o acesso a qualquer tipo de tutorial ou guia que esteja relacionado com as mesmas.

Como tal, a Alibaba optou por proibir toda a venda de produtos e serviços já a partir do próximo dia 8 de Outubro, como a venda de equipamentos como computadores ASIC, utilizados para mineração de moedas virtuais, como Bitcoin, Litecoin, BeaoCoin, QuarkCoin, Ethereum e outras. Serão igualmente apagadas as categorias associadas à temática, como “Blockchain Miner Accessories” e “Blockchain Miners”.