Nova PlayStation 5 utiliza um dissipador mais compacto, mas de pior desempenho

A Sony lançou uma nova versão da PS5 Digital, que utiliza uma ventoinha mais silenciosa, e um novo dissipador mais compacto, que torna o CPU da consola mais quente.
Austin Evans

A Sony lançou uma revisão da versão Digital da sua PlayStation 5 (modelo CFI-1100B 01), que é visualmente idêntica, mas incluí algumas alterações internas, provavelmente para tornar o seu fabrico mais acessível. O YouTuber Austin Evans teve acesso a uma destas novas consolas, e decidiu abrir o seu interior, revelando qual o elemento que registou mais alterações, o dissipador.

A alteração do dissipador original, com base em cobre, múltiplos heatpipes e várias zonas de dissipação de calor foram substituídas por uma solução significativamente mais compacta, ao ponto de ter permitido retirar 300 gramas do peso total da consola, embora tenha recebido uma ventoinha redesenhada, que oferece maior fluxo de ar, sendo ao mesmo tempo mais silenciosa.

O problema é que a alteração registada no dissipador tornou o funcionamento do processador da consola da Sony mais quente, o que a médio/longo prazo poderá originar problemas de sobreaquecimento, especialmente quando estiver a correr jogos mais complexos, com os gráficos a 4K, e elevadas taxas de actualização do ecrã.