Asus ROG Strix G15 GA503

O novo ROG Strix G15 permite utilizar os componentes mais potentes disponíveis para uma plataforma portátil. Mas será que precisa mesmo disto tudo?

Visualmente, este novo portátil da gama ROG mantém o design introduzido pelo Zephyrus G14, que tem servido de inspiração para inúmeros produtos da Asus lançados desde então, como o ROG Phone 5.

Mantendo as formas prismáticas, também a tampa do monitor mantém a original furação a ocupar metade desse painel, mas infelizmente não é possível escolher o sistema de iluminação personalizável AnimeMatrix, um exclusivo do já referido G14. Essa tampa mantém o sistema de elevação do chassis do portátil quando aberta, facilitando assim o acesso a ar fresco do exterior para arrefecer os exigentes componentes presentes no seu interior. O teclado retroiluminado é muito bom, o touchpad tem uma precisão excelente e o sistema de som é igualmente uma referência, sendo composto por dois woofers posicionados na parte inferior do chassis e quatro tweeters colocados em torno do teclado.

Experiência visual
Um dos elementos de destaque deste equipamento, e talvez o único verdadeiramente visível, é o ecrã, com 15,6 polegadas, envolvido por molduras quase inexistentes, tal foi a capacidade em adaptar as dimensões do chassis ao próprio ecrã, embora isto tenha impedido a Asus de dotar este Zephyrus de uma webcam.

Mesmo não se tratando de um painel IPS, este ecrã de resolução QHD (2560 x 1440 pixéis) garante 100% da reprodução do espectro de cores DCI-P3, tem validação Pantone, 3 ms de tempo de resposta e oferece uma taxa de actualização de 165 Hz. Curiosamente, não tem certificação AMD FreeSync nem Nvidia G-Sync, embora esta última esteja garantida por DisplayPort, via USB-C 3.2 Gen2.

Desempenho de topo
Para conseguir alimentar este ecrã, a Asus escolheu os melhores componentes que estavam disponíveis no segmento mobile. Estamos perante um portátil equipado com um processador AMD Ryzen 9 5900HS de oito núcleos e que pode funcionar até 4,6 GHz, 32 GB de memória RAM DDR4 a 3200 MHz, um SSD PCIe 3.0 NVMe de 1 TB e uma poderosa controladora gráfica GeForce RTX 3080 com 8 GB de memória integrada.

Devido a limitações do desempenho do sistema térmico, a Asus optou por limitar este GPU aos 1345 MHz, ou seja, a um valor máximo de 80 W (100 W através da tecnologia Nvidia Dynamic Boost), o que acaba por limitar o desempenho deste GPU, colocando-o quase ao nível de uma RTX 3070, o que acaba por não justificar a diferença de preço.


Distribuidor: Asus

Preço: €3299


Benchmarks

  • PCMark 10: 7139
  • PCMark 10 Productivity: 9530
  • 3D Mark FireStrike: 23 860
  • 3D Mark Sky Diver: 43 388
  • FarCry 5 1080p Ultra: 111 fps
  • Shadow of Tomb Raider 1080p DX12 Highest: 113 fps

Ficha Técnica

Processador: AMD Ryzen 7 5900H a 3,1 GHz
Memória: 2 x 16 GB DDR4 3200 MHz
Armazenamento: 1 TB SSD NVMe
Placa Gráfica: Nvidia GeForce RTX 3080 8GB
Ecrã: 15,6” 165 Hz (2560 x 1440)
Ligações: 2 x USB 3.2 Gen2, 2 x USB-C 3.2 Gen2, HDMI 2.0b, Gigabit Ethernet, leitor cartão MicroSD, jack 3,5 mm
Dimensões: 355 x 243 x 19,9 mm
Peso: 1,9 kg


Selo PCGuia Excelência