Mercado de PC cresce 13% no último trimestre

No segundo trimestre de 2021, as vendas de computadores pessoais cresceram 13% face ao período homologo, tendo estas sido dominadas pela Lenovo, HP e Dell.
Lenovo-ThinkStation-P320

Com a estabilização do mercado, nomeadamente na disponibilidade de componentes, o mercado de computadores domésticos conseguiu assim aproveitar a elevada procura, tendo sido registado um crescimento de 13% no segundo trimestre de 2021, face ao mesmo período em 2020. Estes dados, revelados pela consultora Canalys, integram todo o tipo de computadores, sejam eles desktop (de secretária), portáteis, ultrabooks e chromebooks.

Em termos de unidades, o fabricante que mais se destacou foi a Lenovo, com mais de 20 milhões de equipamentos vendidos, atingindo assim uma quota de mercado de 24.3%, sendo seguido pela HP, com quase 18.6 milhões de equipamentos e 22.6% de quota de mercado, e pela Dell, com quase 14 milhões de equipamentos e 17% de quota de mercado.

Na lista dos maiores fabricantes encontra-se ainda a Apple, na quarta posição, com mais de 6.4 milhões de equipamentos vendidos e 7.8% de quota de mercado, e a Acer, com 6 milhões de equipamentos e 7.3% de quota de mercado.

Os restantes fabricantes ocupam os restantes 21%, com 17.3 milhões de equipamentos vendidos. Espera-se que o mercado continue em crescimento, com a chegada de novos modelos MacBook Pro e a chegada do Windows 11.