KFA2 GeForce RTX 3070 Ti SG 8GB

Conheça a nova KFA2 RTX 3070 Ti, com maior número de núcleos CUDA, 8GB de memórias GDDR6X e a possibilidade de fazer overclock pela app Xtreme Tuner Plus.

Aos poucos o mercado vai estabilizando, os preços das placas gráficas começam a regressar ao normal, e a disponibilidade das mesmas começa a ser… real. O que é uma excelente notícia, especialmente para todos aqueles que, como nós, tiveram que adiar a compra de um novo PC, ou a tão almejada actualização devido à insustentável situação do mercado global de componentes.

E agora que as coisas começam a ficar normais, está na altura de falarmos de um dos mais recentes lançamentos da Nvidia, a novíssima GeForce RTX 3070 Ti, mais um modelo da família Ampere (RTX 30), que preenche o espaço existente (será?) entre a GeForce RTX 3070 e a GeForce RTX 3080.

GeForce RTX 3080 GeForce RTX 3070 Ti GeForce RTX 3070 GeForce RTX 3060 Ti GeForce RTX 3060
GPU GA102 GA104 GA104 GA104 GA106
Transístores 28.3 mil milhões 17.4 mil milhões 17.4 mil milhões 17.4 mil milhões 13.2 mil milhões
Dimensão GPU 628 mm2 392 mm2 392 mm2 392 mm2 300 mm2
Núcleos CUDA 8704 6144 5888 4864 3584
Núcleos RT 68 48 46 38 28
Núcleos Tensor 272 192 184 152 112
Velocidade GPU (Base/Boost) 1440 MHz / 1710 MHz 1575 MHz / 1770 MHz 1500 MHz / 1730 MHz 1410 MHz / 1665 MHz 1320 MHz / 1780 MHz
Memória 10GB GDDR6X 8GB GDDR6 8GB GDDR6X 8GB GDDR6 12GB GDDR6
Bus memória 320-bit 256-bit 256-bit 256-bit 192-bit
Velocidade memória 19 Gbps 19 Gbps 14 Gbps 14 Gbps 15 Gbps
TDP 320w 290w 220w 200w 170w

GeForce RTX 3070 Ti

Conforme podem ver pela tabela, a GeForce RTX 3070 Ti mantém o GPU GA104 da RTX 3070 original, embora tenha presente algumas unidades de computação adicionais, o que lhe permitiu aumentar o número de núcleos CUDA, de núcleos RT responsáveis pelos cálculos de Ray Tracing, e de núcleos Tensor, estes últimos responsáveis pelos cálculos de inteligência artificial.

Em contrapartida, e embora mantenha a capacidade de memória gráfica nos 8 GB, a nova RTX 3070 Ti utiliza chips de memória GDDR6X, tal como a GeForce RTX 3080.

Isto significa que, mesmo mantendo a interface de “apenas” 256-bits, a utilização destas novas memórias, mais rápidas, permitiu aumentar significativamente a velocidade de 14 Gbps para 19 Gbps. Isto, em teoria, deverá ter maior impacto nas resoluções mais elevadas, onde aumenta a exigência no acesso a texturas de elevada resolução armazenadas na memória gráfica, mas isso é algo que iremos ver mais à frente.

Infelizmente a utilização destas memórias tem um custo acrescido, nomeadamente a nível energético, o que levou a que o TDP desta placa gráfica aumentasse dos anteriores 220 Watts exigidos pela GeForce RTX 3070 original, para os actuais 290 Watts desta nova RTX 3070 Ti, colocando-a quase ao nível dos 320 Watts exigidos pela RTX 3080, daí a necessidade de utilização de duas fichas de alimentação PCIe de 8 contactos cada.

KFA2 GeForce RTX 3070 Ti SG 8GB

Relativamente ao modelo que recebemos para teste da KFA2 (marca conhecida internacionalmente como GALAX), este pertence à série SG – Serious Gaming, ou seja, incluí algumas funcionalidades que vão ao encontro daquilo que os gamers mais procuram numa placa gráfica de alto desempenho, como um sistema de arrefecimento eficaz e silencioso, de preferência com iluminação RGB controlável.

Como tal, esta RTX 3070 Ti conta com um dissipador de grandes dimensões, que está equipado com três ventoinhas de 92 mm com um desenho proprietário, com 11 lâminas de formato invulgar, que garante maior fluxo de ar e menor ruído aerodinâmico. O mais peculiar é que o dissipador é tão eficaz que o mais normal será verificar que as ventoinhas se encontram paradas, mesmo enquanto joga.

Estas ventoinhas incluem um sistema de iluminação RGB personalizável, que pode tanto ser sincronizado pela sua motherboard, utilizando a ligação RGB de 4 pins de 12v (cabo fornecido), bem como pelo software KFA2 Xtreme Tuner, que está disponível tanto para PC (Windows), como para dispositivos móveis Android e iOS, tendo esta última versão a vantagem de permitir usar o smartphone para ajustar o desempenho da placa gráfica enquanto joga.

Destaque ainda para dois extras que são novidade nas placas gráficas da KFA2, como a inclusão de uma barra de apoio em acrílico, estando esta personalizada e com iluminação RGB integrada (liga-se à placa gráfica), bem como de uma ventoinha adicional (1-Clip Booster) que pode ser colocada no painel traseiro (backplate), numa zona específica, que está demarcada pelas saídas de ar quente de grandes dimensões. Esta ventoinha tem como funcionalidade ajudar na extracção do ar quente, que foi inicialmente captado pelas três ventoinhas de 92 mm frontais, que no caso de uma instalação tradicional, estão colocadas no painel inferior.

Ligações e características técnicas

Conforme revelamos inicialmente, esta GeForce RTX 3070 Ti conta com um GPU GA104 com 6144 núcleos CUDA, estando estes programados para trabalhar até 1800 MHz através da tecnologia Nvidia Boost Clock, podendo acrescentar 15 MHz adicionais recorrendo ao já referido software Xtreme Tuner, podendo esse overclock ser efectuado através do premir de um só ícone (1-Click OC).

De resto, esta placa da KFA conta com as já referidas duas ligações de alimentação PCIe de 8 contactos cada, e tem três saídas DisplayPort 1.4a e uma HDMI 2.1. De referir que este GPU incluí a tecnologia Lite Hash Rate, ou seja, este está preparado para identificar os algoritmos de mineração de criptomoedas, como Ethereum, reduzindo para metade o seu hash rate (processamento de mineração), de 80 para 40 MH/s, o que a torna menos eficaz, e menos apelativa, para esta finalidade.

Desempenho Geral

Recorrendo às frequências de fábrica, que por sua vez já estão a trabalhar acima da frequência original da Nvidia, esta GeForce RTX 3070 Ti da KFA2 revelou um desempenho muito interessante, embora não tão distante, quanto originalmente suponhamos, da RTX 3070 original.

Esta melhoria de desempenho, face à RTX 3070 poderá dever-se à superior frequência de funcionamento das memórias, fruto da utilização de memórias GDDR6X, mas sem nunca chegar ao desempenho da RTX 3080, devido ao barramento de comunicação estar limitado a 256-bit, em vez de 320-bit.

Ainda assim, esta RTX 3070 Ti da KFA2 revelou ser perfeitamente capaz de lidar com jogos a resoluções muito altas, como 1440p e 4K, com os níveis de detalhe no máximo.

 

Testes GeForce RTX 3060 Ti GeForce RTX 3070 KFA2 GeForce RTX 3070 Ti SG GeForce RTX 3080
3DMark Time Spy 11 566 12 281 13 819 14 775
3DMark Fire Strike 24 313 25 266 25 380 28 952
FarCry 5 1080p Ultra 130 134 135 140
FarCry 5 1440p Ultra 121 131 133 139
FarCry 5 4K Ultra 77 83 87 102
Shadow of the Tomb Raider 1080p Highest 126 141 148 173
Shadow of the Tomb Raider 1440p Highest 109 128 134 159
Shadow of the Tomb Raider 4K Highest 68 73 77 89

Ray Tracing e Deep Learning Super Sampling

Se em termos de desempenho geral esta GeForce RTX 3070 Ti da KFA2 já de si se revela ser bastante interessante, adicionando os resultados de testes específicos com Ray-Tracing e DLSS 2.0 activados que ela melhor se destaca da RTX 3070 original, em parte devido ao maior número de núcleos Tensor e núcleos RT.

Os números revelados nas tabelas seguintes demonstram como já é possível, com a RTX 3070 Ti, utilizar-se a tecnologia de Ray-Tracing nos jogos actuais, mesmo em resoluções mais elevadas, como 1440p ou até mesmo 4K, embora nesta última seja recomendável a utilização do Ray-Tracing em conjunto com a tecnologia DLSS 2.0 (Deep Learning Super Sampling), um exclusivo da Nvidia nas placas GeForce RTX 20 e 30, como esta RTX 3070 Ti.

A tecnologia DLSS 2.0 recorre a avançados cálculos de inteligência artificial, realizados pelos núcleos Tensor, para melhorar a qualidade de imagem ao aplicar um efeito similar a aquele que é utilizado pelos tradicionais filtros de Anti-Aliasing, que têm como função eliminar o efeito de escada dos polígonos da imagem renderizada. Porém, nesta versão mais avançada da tecnologia DLSS 2.0, esta realiza um processo de aprendizagem em que as unidades de processamento neural identificam e estudam a imagem, processando-a a uma resolução superior, para posteriormente reduzi-la novamente para a resolução nativa.

Ou seja, um título que esteja a correr a 1080p, a tecnologia DLSS 2.0 irá processar as imagens a uma resolução 4K, que serão novamente convertidas para 1080p, embora com maior detalhe e definição. Ou seja, utilizar esta tecnologia, mesmo sem Ray-Tracing, permitirá garantir uma qualidade de imagem superior, mesmo em títulos que supostamente não estejam preparados para lidar com as tecnologias implementadas pelas unidades de processamento gráfico RTX da Nvidia, já que todo o processamento é feito exclusivamente pela placa gráfica.

Para demonstrarmos o potencial desta nova RTX 3070 Ti, decidimos correr o teste Port Royal do popular 3DMark.

3DMark GeForce RTX 3060 Ti GeForce RTX 3070 KFA2 GeForce RTX 3070 Ti GeForce RTX 3080
Port Royal 6833 8072 8906 10912

Se aqui verificámos que a nova RTX 3070 Ti revela, afinal, um desempenho verdadeiramente intermédio, entre uma RTX 3070 e uma RTX 3080, falta verificar qual o comportamento desta placa em aplicações reais, ou seja, nos jogos, com estas tecnologias aplicadas.

Decidimos correr o Shadow of the Tomb Raider, tanto a 1080p como a 1440p, uma vez que este título permite, facilmente, testar o desempenho do sistema com Ray-Tracing e DLSS ligado e desligado, verificando assim o impacto desta tecnologia para melhorar a jogabilidade dos jogos.

Shadow of the Tomb Raider (fps) GeForce RTX 3060 Ti GeForce RTX 3070 KFA2 GeForce RTX 3070 Ti GeForce RTX 3080
1080p Ultra RT 100 99 107 115
1080p Ultra RT + DLSS 93 102 112 119
1440p Ultra RT 59 69 76 93
1440p Ultra RT + DLSS 74 80 89 109

Para comprovarmos as reais capacidades da tecnologia DLSS, decidimos testar dois jogos novos, para o nosso habitual, e verificar o desempenho destas quatro placas gráficas usando sempre uma resolução 1080p com as definições gráficas no máximo, verificando de seguida o impacto do Ray-Tracing, e do DLSS.

Control (fps) GeForce RTX 3060 Ti GeForce RTX 3070 KFA2 GeForce RTX 3070 Ti GeForce RTX 3080
1080p DX12 Max 94 108 117 139
1080p DX12 Max RT 56 64 69 86
1080p DX12 Max RT + DLSS 85 101 110 131

 

CyberPunk 2077 (fps) GeForce RTX 3060 Ti GeForce RTX 3070 KFA2 GeForce RTX 3070 Ti GeForce RTX 3080
1080p Ultra 70 82 89 103
1080p Ultra RT 38 46 51 62
1080p Ultra RT + DLSS 66 77 82 91

Ponto Final

Os resultados são esclarecedores. Com a tecnologia DLSS, a RTX 3070 Ti revelou, mesmo com Ray-Tracing activado, um desempenho mais distante da RTX 3070 como aquele que verificámos nos testes de jogos sem Ray-Tracing. Isto revela que, quando usadas estas tecnologias, o maior número de núcleos RT e núcleos Tensor, especialmente estes, que são de última geração, já revelam diferenças significativas de desempenho.

Se ao Ray-Tracing adicionarmos a tecnologia DLSS 2.0, então verificamos que a RTX 3070 Ti é uma placa que está preparada para garantir uma excelente jogabilidade em praticamente todos os títulos, a resoluções 1080p e 1440p, podendo em alguns casos utilizar inclusive uma resolução 4K, embora nem sempre seja garantida uma experiência totalmente fluída, como acontece com uma RTX 3080 ou uma RTX 3090.

Se a estas diferenças de desempenho adicionarmos a diferença de preço (inferior a 100 euros) entre uma RTX 3070 original, que é extremamente difícil de arranjar, e esta RTX 3070 Ti SG da KFA2, então é fácil de perceber qual o modelo que recomendamos adquirir.

O único inconveniente é o preço da placa, pois embora a Nvidia tenha anunciado um PVP recomendado de €599, o mais provável é que só consiga adquirir esta KFA2 RTX 3070 Ti SG a valores próximos dos mil euros, mas com a tendência de descer nos próximos tempos, já que as mesmas, quando foram lançadas no mercado, superavam os 1500 euros..


Distribuidor: KFA2
Site: kfa2.com
Preço: €990 (€599 PVP referência)


Ficha Técnica

GPU: GA104
Núcleos CUDA: 6144
Velocidade (Boost): 1800 MHz
Interface: PCI-Express 4.0 x16
Memória: 8 GB GDDR6X
Velocidade da Memória: 19 Gbps (9500 MHz)
Interface de memória: 256 bit
Resolução Máxima: 7680 x 4320
Ligações: HDMI 2.1, 3x DisplayPort 1.4a