Fabricantes proibidos de vender PCs de Gaming em certos estados nos EUA

Com a entrada em vigor novas leis de consumo de energia para computadores, alguns fabricantes deixam de poder vender certos equipamentos em 6 estados.
Dell

Desde o dia 1 de Julho que entraram em vigor novas leis de consumo de energia (CEC – California Energy Commission) no estado da California, que têm como objectivo restringir o consumo de energia utilizado por computadores de secretária, computadores AIO e sistemas de gaming móveis. O objectivo destas normas é obrigar os fabricantes a reduzir o consumo de energia de um PC de gaming tradicional dos actuais 100 kWh para um máximo de 75 kWh.

A implementação destas regras está a ser repetida em outros estados, como o Colorado, Hawai, Oregon, Vermont e Washington, e já começaram a fazer efeito na venda de equipamentos de alguns fabricantes. O primeiro caso reportado foi o da Alienware, que na sua loja online, no configurador de sistemas Aurora R10 e Aurora R12, tem a indicação de que certas configurações não podem ser vendidas nos estados referidos, devido às suas novas leis.

Estas medidas no entanto só estão em vigor para sistemas de assembladores, como os de fabricantes como a Alienware, Dell, HP e outros, e não para sistemas personalizados, como a encomenda de um PC de gaming numa loja de informática.

A situação ficará ainda mais complicada, para os fabricantes, a partir de 9 de Dezembro, altura em que entrarão novas restrições, que visam sistemas com sistemas de rede de alto desempenho, computadores portáteis com múltiplos ecrãs, computadores portáteis com comportamento cíclico (que não mantém a carga da bateria quando ligados à corrente) e monitores com elevadas taxas de actualização de ecrã.

Exit mobile version