Elon Musk espera que o serviço de Internet Starlink chegue a todo o mundo em Agosto

Segundo o CEO da Tesla, a Starlink pode chegar aos 500000 utilizadores no primeiro ano de operação.
Satélite Starlink
©Real Engineering

Numa conferência dada no âmbito do MWC 2021, Elon Musk, o CEO da Tesla e da SpaceX, a empresa responsável pelo serviço de acesso à Internet Starlink, disse que o serviço poderá chegar a todo o mundo já em Agosto deste ano e que, no primeiro ano de operação, poderá chegar aos 500000 clientes.

Apesar de ainda estar em fase de testes beta, o Starlink já tem cerca de 70000 utilizadores, número que deve aumentar significativamente a partir de Agosto. Nessa altura, Musk espera que o serviço comece a funcionar em os 72 planos orbitais, o que permitirá chegar a todo o mundo, exceptuando as regiões polares.

Na mesma conferência no MWC 2021, Elon Musk previu que o número de utilizadores do serviço Starlink deve chegar aos 500000 nos próximos 12 meses.

O Starlink está disponível em 11 países (incluindo Portugal) e custa 99 euros por mês. Os interessados terão também de pagar pelo hardware necessário (antena e router Wi-Fi), que custa 500 euros. Elon Musk diz que a produção do kit de ligação custa 1000 dólares, por unidade, mas os terminais da próxima geração serão mais baratos e poderão custar aos utilizadores entre 250 e 300 euros.

Para que os planos de Elon Musk funcionem, a Starlink terá de pedir aprovação dos reguladores dos países onde quiser vender o serviço. Elon Musk disse que a SpaceX já tem parcerias com duas grandes operadoras nacionais, mas não especificou quais.

Exit mobile version