Microsoft suspende distribuição da aplicação de verificação de compatibilidade com Windows 11

Devido às reclamações dos utilizadores, a Microsoft decidiu suspender a distribuição da aplicação de verificação de compatibilidade dos PC com o Windows 11.
Windows_11_1

Ainda há muita confusão à volta do Windows 11 e de que computadores serão compatíveis com o sistema operativo, quando começar a ser distribuído. Num primeiro momento, a Microsoft lançou uma aplicação chamada PC Health Check, que falhou completamente em conseguir informar os utilizadores acerca das razões pelas quais os seus computadores não eram compatíveis com o Windows 11.

Seguidamente, a Microsoft actualizou a aplicação para fornecer informação mais completa acerca das mensagens de erro. Por exemplo, se um sistema não tivesse um módulo TPM 2.0, a nova versão da aplicação indicava que era esse o motivo pelo qual não se podia instalar o novo sistema. Agora, a Microsoft admitiu que a aplicação PC Health Check ainda não consegue dar uma imagem real aos utilizadores das razões pelas quais estão impedidos de fazer o upgrade dos seus sistemas operativos para a nova versão.

Num artigo publicado no blogue do Windows, a Microsoft diz que: “Baseado no feedback que tivemos até agora, admitimos que a aplicação não estava preparada para dar o nível de detalhe ou de precisão que era esperado pelos utilizadores sobre as razões que levam a que um PC não cumpra os requisitos mínimos para o upgrade do sistema operativo.”

Não está disponível nenhuma informação acerca de que alterações a Microsoft irá fazer para melhorar a aplicação, mas a empresa afirma que vai voltar a estar disponível antes do início da distribuição do Windows no Outono.

Entretanto, a Microsoft aconselha os utilizadores a consultarem a página onde estão publicados os requisitos mínimos do Windows 11, que são:

Processador: 64 bits com dois núcleos a pelo menos 1 Ghz

Memória RAM: 4 GB

Espaço de armazenamento: 64 GB

Firmware: UEFI com Secure Boot

TPM: Trusted Platform Module (TPM) versão 2.0

Placa gráfica: Compatível DirectX 12 ou posterior com driver WDDM 2.0

Ecrã: Alta definição (720p) com mais de 9 polegadas de diagonal, 8 bits por canal de cor

Neste momento, a Microsoft indica que a compatibilidade dos processadores com o Windows 11 começa nos Ryzen 2000 ou Intel Core de oitava geração. Contudo, a empresa está disponível para permitir a utilização de processadores Ryzen 1000 e Intel Core de sétima geração.