Intel usa machine learning para tornar os gráficos de GTA V mais realistas

Um dos aspectos mais impressionantes de Grand Theft Auto V é a forma como a cidade ficcionada de San Andreas e os seus arredores são quase iguais à cidade real de Los Angeles e à zona circundante. A Intel, através do projecto “Enhancing Photorealism Enhancement” aumentou ainda mais o realismo dos gráficos para um nível que se aproxima do da fotografia.

Através deste processo, os cientistas da Intel Stephan R. Richter, Hassan Abu Alhaija e Vladlen Kolten conseguiram produzir gráficos no GTA V que se assemelham muito às fotos que se conseguem tirar através da janela de um carro. O sistema funciona melhor com imagens em movimento, mas a combinação da iluminação mais suave, asfalto mais suave e dos reflexos nos outros carros, faz com que pareça que está mesmo a olhar de dentro de um carro.

Segundo a equipa de cientistas da Intel, o foto realismo vem dos dados que foram passados pela sua rede neuronal. Foi utilizado um conjunto de dados chamado Cityscapes que é composto em grande parte por fotografias de ruas na Alemanha.

Os cientistas dizem que os melhoramentos vão para além do que se consegue com outros sistemas deste tipo porque consegue integrar informação directamente a partir do GTA V. A equipa chama-lhes ‘G-Buffers’ e podem incluir dados como a distância entre objectos no jogo e a câmara e também a qualidade das texturas, como o brilho dos carros.

Esta tecnologia de foto realismo não será de todo o objectivo principal de quem cria videojogos, mas com esta apresentação, a Intel Labs mostra que ainda há muito por onde evoluir na optimização dos gráficos através de software para além da evolução do poder de processamento dos GPU das novas consolas e PC de jogos.