Shure MV7

Um microfone para streams, gravação de podcasts e muito mais.
Shure_MV7

O microfone Shure MV7 marca a entrada desta marca, com longos e excelentes pergaminhos no campo do hardware para profissionais do som, no mercado de microfones de consumo. Este segmento de mercado composto por pessoas que procuram hardware para a criação de conteúdos áudio ou vídeo, tem muitas opções disponíveis, por isso a Shure tem de oferecer um hardware que seja realmente diferenciador para conseguir sobressair.

Aparentemente, este MV7 consegue ser suficientemente diferenciador para o conseguir. O MV7 é um microfone desenhado especialmente para a captação da voz em todas as suas expressões, que dá a opção de utilizar uma ligação XLR ou USB.

O hardware de primeira é complementado por um software, chamado MOTIV, que permite fazer a correcção de tom em tempo real e que inclui várias ferramentas para melhorar o som. Essencialmente, o que este software faz é reduzir muito o tempo que o utilizador perderia em pós-produção para corrigir os problemas que possam surgir durante a gravação. Para simplificar ainda mais as coisas, este microfone permite a ligação directa ao computador, sem a necessidade de usar hardware de mistura extra.

Assim que o tira de dentro da caixa, a primeira coisa que percebe logo é o peso que MV7 tem e que transmite uma impressão de solidez a toda a prova. Na parte de trás do microfone estão três entradas: uma microUSB, uma XLR e uma entrada jack para ligar um par de auscultadores. Na parte da frente, está uma pequena barra sensível ao toque, que serve para controlar o volume e desligar o microfone.

Shure_MV7_Traseira

Um dos aspectos estranhos nesta configuração é que, numa era em que o USB Type-C se está a tornar cada vez mais popular, a Shure optou por usar uma ligação microUSB. Mas estamos a falar de áudio, e o USB tradicional tem largura de banda mais que suficiente para uma gravação sem problemas. No entanto, como todos sabemos, ligar um dispositivo através de USB Type-C é muito mais cómodo que através de microUSB, que só lá vai com duas ou mais tentativas. Outra vantagem das USB Type-C é a forma como a ficha fica presa, que torna mais difícil desligar o cabo acidentalmente.

Para quem não percebe nada de ligações de áudio, o MV7 é um dos melhores microfones que se podem comprar. Basta ligá-lo ao computador (ou mesmo a um dispositivo móvel) e já está. Se for um utilizador mais experiente, a entrada XLR permite a ligação a uma mesa de mistura.

Uma das funcionalidades interessantes do MV7 é a possibilidade de se usarem as duas ligações em simultâneo, permitindo assim fazer uma gravação para dois suportes diferentes, para o caso de querer fazer uma cópia de segurança do seu conteúdo.

Se usar o MV7 através de USB pode usar também a aplicação MOTIV tanto em computador, como em dispositivos móveis Android e iOS. Esta aplicação oferece um grande número de opções e de funcionalidades, que vão além daquilo que se espera normalmente em software para o marcado de consumo. Esta aplicação tem de tudo, desde alterar o tom da voz, até ao controlo automático do nível de gravação, que ajusta o volume de gravação para que não comece a distorcer o som.

Uma das coisas que mais impressionaram no MV7, foi facto de a Shure ter conseguido construir um microfone, acompanhado de um software, que permite a qualquer um, mesmo a quem não perceba muito de som, obter um resultado final que está ao nível do que se consegue com hardware mais “profissional” e com muitos conhecimentos de como captar e gravar som.

Por outro lado, o MV7 também é muito competente em situações em que o operador tem conhecimentos e o hardware extra para o integrar, por exemplo, num estúdio.

Preço: €285


Selo PCGuia Excelência