Samsung está com problemas em retomar a produção de chips na fábrica do Texas

Depois de ter estado parada devido aos fortes nevões no Estado do Texas, a fábrica de semicondutores da Samsung está com dificuldades em retomar a produção.

Durante o passado mês de Fevereiro, o estado norte-americano do Texas sofreu com fortes nevões e temperaturas tão baixas que a rede eléctrica não conseguiu comportar a procura, para combaterem as temperaturas negativas. Isso levou a que as autoridades da cidade de Austin pedissem para as grandes fábricas pararem temporariamente a sua produção, pedido que foi acatado pela Samsung, Infineon Technologies e NXP Semiconductors.

Este pedido é perfeitamente normal, o problema é que o retomar à produção está a revelar ser mais exigente do que se esperavam já que todas as máquinas da linha de produção têm que ser devidamente limpas, reiniciadas e recalibradas.

Segundo uma entrevista dada ao Tom’s Hardware, a fábrica S2 ainda não retomou a produção, sendo esta fábrica essencial para a produção de chips com processos de fabrico entre 28 e 65nm, bem como controladores para módulos SSD, chips para a Tesla, a Renesas, e chips de telecomunicações para a Qualcomm.

Ou seja, se 2021 estava a ser assolado pela subida abrupta de todo o tipo de componentes associados à produção de chips semicondutores, como placas gráficas, processadores, smartphones e até automóveis, está na altura de se preparar para a previsível subida do preço de controladores de rede e módulos SSD.