Pandemia altera planos à Samsung. Não deverá haver Galaxy Note em 2021

Devido à escassez de semicondutores, a Samsung teve que alterar o roadmap de produtos, o que deverá levar o lançamento do Galaxy Note a ser adiado para 2022

Durante a 52ª reunião anual de accionistas da Samsung, o histórico DJ Koh, co-CEO da divisão Mobile, IT e comunicação da Samsung, revelou que devido à elevada escassez de componentes semicondutores, que será muito difícil que a Samsung consiga lançar uma versão do Galaxy Note este ano.

DJ Koh afirmou no entanto que será lançada uma versão já em 2022, revelando que não está nos planos o abandono desta histórica série de smartphones, mas que as datas de lançamento poderão ser alteradas, face ao que tivemos até então.

DJ Koh afirmou: “Galaxy Note é uma categoria de produto muito importante para nós, que tem sido acarinhada globalmente pelos seus utilizadores durante os últimos 10 anos. A experiência de utilização da S Pen é algo que a divisão mobile da Samsung tem desenvolvido como ninguém. As datas de lançamento de futuros modelos poderão ser diferentes do que estávamos habituados, mas faremos tudo para não desiludir os utilizadores do Galaxy Note.

Isto, no entanto, não significa que a Samsung não vá ter alguns lançamentos previstos para o presente ano, sendo esperado o lançamento de importantes modelos, como o novo Galaxy S21 FE (Fan Edition), que se espera que vá repetir o sucesso do modelo de 2020, e novas versões dos modelos dobráveis, o Galaxy Z Flip2 e Galaxy Z Fold3.

Também deverão ser lançados novos wearables, como os Galaxy Watch, existindo rumores que indicam que serão lançadas versões com o sistema operativo Tizen, proprietário da Samsung, bem como versões com Wear OS da Google.

Exit mobile version