Limitação de Hash Rate da Nvidia GeForce RTX 3060 12GB ultrapassada

A limitação na mineração de Ethereum, aplicada pela Nvidia, acabou por ser ultrapassada sem ser preciso alterar a placa, Bios ou drivers da mesma.

Quando lançada, no início de Fevereiro, a nova GeForce RTX 3060 de 12 GB destacou-se por utilizar um sistema de limitação de capacidade de processamento de algoritmos de mineração de Ethereum, sistema esse que foi aplicado tanto a nível de BIOS, como de drivers, e que segundo Bryan Del Rizzo, Global PR da Nvidia, esse sistema era (supostamente) impossível de dar a volta.

Bem, o problema é que hackers chineses acabaram de arranjar maneira de ultrapassar essa limitação, demonstrando uma GeForce RTX 3060 de 12 GB a minerar Etherenum, sem qualquer tipo de limitação, usando o algoritmo mais popular, o Daggerhashimoto, e os drivers para Developers mais recentes da Nvidia, os 470.05. (link oficial)

Mais utilizadores revelaram conseguir replicar os resultados, que rondam os 40 MH/s, praticamente o dobro do que era anteriormente obtido com as limitações da Nvidia, resultados esses que podem ser significativamente melhorados através de ligeiras alterações na placa, como alterar a velocidade do GPU, das memórias e do limitador energético, para que este chegue aos 46 MH/s, ou mais.

Alguns utilizadores que confirmaram estes resultados revelaram que tais só são possíveis de obter com uma única RTX 3060 por sistema, e que esta tem que estar ligada a um monitor, pois só assim é que os drivers conseguem aceitar os algoritmos de mineração como sendo um jogo (forma de contornar a limitação).