HP Envy 15 (2020)

Este é o portátil topo de gama da HP para o mercado doméstico. Será que tem o que é necessário para causar inveja aos nossos amigos? Vejamos.

Com onze anos de vida, a gama de computadores portáteis Envy (‘inveja’, em português) da HP foi criada para trazer ao mercado doméstico computadores cujo design e hardware fossem capazes de causar inveja em quem não os tem. E este novo modelo com ecrã de quinze polegadas é mesmo capaz de causar inveja, pelo menos na qualidade de materiais e de construção: temos um chassis em alumínio cinzento claro com rebordos em ângulos rectos que lhe dão um aspecto de leveza e de classe. Do lado esquerdo estão duas entradas USB Type-C, uma Type-A, uma HDMI padrão, uma ranhura para cartões de memória microSD e a entrada para o transformador (não se percebe porque é que não se usa uma das Type-C para o carregamento). Do lado direito está mais uma entrada USB Type-A e a entrada jack de 3,5 mm para o áudio; o ecrã LCD IPS de quinze polegadas oferece uma resolução máxima de 1920 x 1080.

Arrefecimento silencioso
A refrigeração é assegurada por uma grelha do lado esquerdo e uma na base do ecrã,, o que permite uma melhor respiração e arrefecimento do hardware interno do computador. Com efeito, durante os testes, ouviram-se as ventoinhas, mas sempre sem ser num volume desconfortável. As teclas são da cor do chassis e o trackpad está centrado. Entre as teclas ‘ALT GR’ e a tecla direccional esquerda está o sensor de impressões digitais, que também é da cor do chassis. Dos lados do teclado está um par de colunas, que também têm saída de som para a parte inferior, associada aos graves.


O processador é um Intel Core i7-10750H, com seis núcleos e doze threads e uma velocidade base de 2,6 GHz, mas que pode chegar aos 5. Há também 16 GB de memória RAM e um SSD com 1 TB. A placa gráfica é uma Nvidia 1650 Ti com 4 GB de memória RAM GDDR6.

Aplicações incómodas
O HP Envy 15 tem mais de dois quilos, o que é algo pesado para padrões actuais: isto pode ser explicado pela necessidade de ter sistemas de refrigeração robustos para a gráfica e processador, além do chassis metálico. No campo do software, o Envy, traz Windows 10 e um conjunto de aplicações pré-instaladas como um antivírus (versão de avaliação) e um software de VPN (também de avaliação) que, francamente, não deviam lá estar – isto porque, se não os assinarmos, passam a vida a mostrar pop-ups a “lembrar” que estamos quase a perder a protecção. Isto é profundamente incomodativo, seja num HP ou noutro computador qualquer.

Nos nossos testes, este Envy portou-se bastante bem e ficou quase a par de máquinas com processadores Intel de 11.ª geração. Nos testes gráficos chegou mesmo a ficar empatado com o melhor portátil de utilização geral que testámos no ano passado.
A bateria dura mais de onze horas em trabalho simulado, o que é um forte ponto a favor deste Envy de 15 polegadas.


Distribuidor: HP

Site: hp.com

Preço: €1549,99


Benchmarks

  • PCMark 10: 9392
  • PCMark 10 Produtividade: 7531
  • PCMark 10 Bateria (minutos): 687
  • 3D Mark Cloudgate: 20 796

Ficha Técnica

Processador: Intel Core i7-10750H (2,6 GHz de frequência base, até 5 GHz com Tecnologia Intel Turbo Boost, 12 MB de cache L3, 6 núcleos)
Memória: SDRAM DDR4-2933 de 16 GB (2 x 8 GB)
Armazenamento: SSD 1 TB PCIe NVMe M.2
Placa gráfica: Nvidia GeForce GTX 1650 Ti (4 GB de memória GDDR6 dedicada)
Ecrã: FHD, IPS, antirreflexo de 15,6 polegadas, 1920 x 1080
Conectividade: Wi-Fi 6 AX201 (2×2), Bluetooth 5, 2 x USB Type-C (USB Power Delivery, DisplayPort 1.4, Tecnologia HP Sleep and Charge); 2 x USB Type-A, HDMI 2.0a, jack de 3,5 mm, leitor de cartões microSD
Sistema operativo: Windows 10 Home 64
Peso: 2,14 kg
Dimensões: 35,79 x 23,68 x 1,84 cm


Selo PCGuia Excelência