Está à venda, no Dubai, a primeira Nvidia CMP HX para minerar criptomoedas

Um retalhista no Dubai está a vender uma Palit CMP 30HX, que tem uma hashrate de 26 MH/s, por quase 700 euros. Será este um bom negócio?

A Microless, um retalhista de informática do Dubai, foi a primeira loja a comercializar a primeira placa gráfica equipada com os novos CMP HX, processadores gráficos (GPU) criados especificamente para mineração. O modelo que está à venda neste retalhista é uma Palit CMP 30HX, o modelo de entrada da gama, que está disponível (à altura da publicação) por 815.40 dólares, o que corresponde a 683,52 euros.

Este modelo, de 125w TBP (Total Board Power), vem equipado com um GPU CMP 30HX, que é baseado no GPU TU116, de arquitectura Turing, o mesmo que equipava a GeForce GTX 1660 Super, o que significa que deverá ter 1408 núcleos CUDA, que neste caso em concreto funcionam entre 1530MHz e os 1785MHz.

Este comunica com os 6GB de memória GDDR6, através de um bus de 192-bits, estando estas configuradas para os 14Gbps, o que corresponde a uma largura de banda de 336 GB/s. Tudo isto garante um hashrate de 26 MH/s, o que não é um valor extraordinário, mas que poderá facilmente atingir os 30 MH/s com simples optimizações.