Empresa chinesa publica primeiros testes de velocidade à memória DDR5 4800

A velocidade deste novo tipo de memória foi testada em conjunto com um processador Intel Alder Lake de 12ª geração.
Longsys_DDR5

O novo tipo de memória RAM DDR5 vai começar a chegar aos consumidores no final de 2021, mas uma empresa chinesa chamada Longsys publicou resultados preliminares dos primeiros testes de velocidade, que foram testadas em conjunto com uma versão de testes de um processador Intel Alder Lake de 12ª geração.

Os novos processadores Intel Alder Lake, que ainda não foram lançados, serão os primeiros a incluir suporte para memória RAM DDR5 e a AMD também deve começar a suportar estas memórias nos produtos construídos segundo a arquitectura Zen 4, que devem ser lançados pouco tempo depois dos Alder Lake.

A Longsys é uma empresa chinesa, especializada em produtos de memória e armazenamento. Em jeito de teaser para os seus produtos futuros, a empresa publicou os resultados de testes realizados com um kit de memória RAM DDR5-6400 de 32 GB, a funcionar a 4800 MHz. Aparentemente, os timings definidos para as memórias neste teste são algo baixos, 40-40-40-77.

Supostamente, as memórias DDR5 conseguem funcionar bem em timings mais altos do que os das memórias DDR4. No entanto, não está claro se estes timings são resultado da utilização de um protótipo com um processador que ainda não é final, ou se são mesmo valores por defeito para estas memórias específicas.

Longsys DDR5-DDR4

De qualquer forma, parece que os ganhos de velocidade são substanciais, em relação às memórias da geração anterior.

Os testes foram realizados através do software AIDA64, tendo atingido uma velocidade de leitura de 35844 MB por segundo e uma velocidade de escrita de 32612 MB por segundo. Os testes de cópia, atingiram os 28333 MB por segundo e a latência ficou-se pelos 112,1 nanossegundos. Em comparação, a empresa testou um kit de 32 GB de memória DDR4-3200 e publicaram os resultados ao lado dos valores obtidos pelas memórias DDR5. Nos resultados publicados, pode ver-se que o único teste em que as DDR4 se portaram melhor que as DDR5 foi na latência.

Motherboard-DDR5
Imagem da motherboard utilizada nos testes. Imagem Longsys

Na comparação publicada, as memórias DDR5 obtiveram valores de velocidade 28 por cento mais altos nas tarefas de leitura e 27 por cento mais altos nas tarefas de escrita. A velocidade na cópia foi 10 por cento mais rápida, que nas memórias DDR4.

Apesar das velocidades de transferência de dados serem muito altas, a DDR5 não se portou lá muito bem, no que respeita à latência, que é quase duas vezes mais alta que na DDR4. Espera-se que estes valores melhorem quando a tecnologia DDR5 amadurece e as novas arquitecturas cheguem ao mercado.